Na TV, Lula pedirá a eleitor voto ‘sem medo’ em Dilma

Ex-presidente Lula e a presidente Dilma
Ex-presidente Lula e a presidente Dilma

No primeiro programa eleitoral de TV de Dilma Rousseff, que vai ao ar nesta terça-feira (19), o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva pedirá que as pessoas votem “sem medo” na candidata do PT e dirá que ela fará um segundo mandato “melhor” que o primeiro.

Dilma e Lula estrelarão o programa e o ex-presidente usará seu tempo para dizer que ninguém se arrependeu de ter lhe dado mais quatro anos em 2006 e que também não irão se arrepender com a reeleição da presidente.

A propaganda eleitoral na TV começa hoje. Dilma terá quase o triplo de tempo de TV de Aécio Neves (PSDB), com 11 minutos e 24 segundos. O programa de estreia com Lula será exibido a partir das 13h e não trará ataques ao tucano.

A propaganda eleitoral também exibirá depoimento do ex-presidente, gravado em estúdio, em homenagem a Eduardo Campos, que morreu em um acidente aéreo na última quarta-feira (13) e era candidato a presidente.

Segundo a Folha apurou, o petista vai dizer, ao final do programa, que tinha relação de “pai e filho” com o ex-governador de Pernambuco. E fará referência ao bordão que virou as últimas palavras públicas de Campos antes da tragédia: que ninguém deve “desistir do Brasil”.

De acordo com sorteio feito pelo Tribunal Superior Eleitoral, Marina Silva (PSB), que deve ser oficializada candidata nesta quarta (20), abrirá o programa eleitoral no primeiro dia. Dilma será a quinta candidata a ir ao ar.

O programa a mostrará como a condutora de um projeto de continuidade que promoveu mudanças –diferente de 2010, quando a então candidata foi apresentada como a ”gerente” do governo Lula.

Embalado pelo mote ”Mais Mudança, Mais Futuro”, o programa comandado pelo marqueteiro João Santana e sua equipe começa com imagens das realizações do governo. O programa ressaltará que o país passou pela crise econômica mantendo empregos e garantindo estabilidade.

Repetindo um mote explorado exaustivamente depois da Copa para enaltecer a organização do evento, dirá que os ”pessimistas” são os que desistem antes de começar.

Após a fala de Lula, serão exibidas mais cenas de grandes obras tocadas pelo governo. O programa termina com o clipe ”Coração Valente”, jingle lançado durante a convenção do PT, em junho.

Aécio Neves vai dedicar um quarto do tempo de seu primeiro programa de TV para homenagear Campos. O tucano escreveu de próprio punho o texto, que lembrará o momento em que conheceu Campos, “quando eu acompanhava meu avô, Tancredo Neves, e ele, Miguel Arraes”. Aécio dirá ainda que os dois sempre tiveram uma relação de “respeito e amizade” e que tinha ideias para o Brasil em comum com o pessebista, mesmo os dois atuando em partidos diferentes.

O programa do PSDB seguirá com uma apresentação de Aécio. O mote da propaganda é o slogan “bem-vindo à mudança”.

O programa do PSB irá se concentrar na homenagem a Campos. De acordo com integrantes da campanha, a ideia é utilizar imagens que foram gravadas ao longo dos últimos meses e que mostram Campos sorridente e confiante. Cenas das cerimônias fúnebres não serão usadas.

Marina Silva, que assumirá a cabeça de chapa ao Planalto, terá destaque na propaganda, mas ainda não será tratada como candidata.

Antes da morte do aliado, a ex-senadora iria apresentar Campos na TV.

Colaboraram DANIELA LIMA e MARINA DIAS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Secretaria de Saúde de Capinópolis trabalha no combate ao câncer bucal

Menino de 9 anos sobrevive após lutar com jacaré em lago nos EUA