Menino de 4 anos
Menino de 4 anos

O disparo que atingiu e matou um menino de quatro anos na segunda-feira (29), em Santa Vitória, saiu da arma de um escrivão em serviço, segundo informou em nota nesta terça-feira (30) a assessoria da Polícia Civil em Belo Horizonte. O tiro foi efetuado no Bairro Dom Alexandre, durante uma abordagem do escrivão a um suspeito de tráfico de drogas que tinha mandado de prisão em aberto.

Ainda segundo a polícia, o suspeito “esboçou reagir à prisão” e o escrivão pode ter atirado em direção às pernas do homem para se defender. De acordo com a descrição da Polícia Civil, o projétil atingiu um muro da casa, bateu na parede lateral da residência e atingiu a criança. “A perícia foi realizada e confirma a dinâmica dos fatos, como narrado pelo policial”, diz a nota.

O Auto de Prisão em Flagrante Delito, documento que descreve toda a ação durante o cumprimento do mandado, deve ser entregue ainda nesta terça-feira ao Fórum de Santa Vitória.

Continua após a publicidade

Situação do escrivão
A arma utilizada pelo escrivão foi apreendida e encaminhada à Seção Técnica Regional de Criminalística da Polícia Civil. O Auto de Prisão em Flagrante contra o policial foi lavrado, mas uma comissão composta pelos delegados Leonardo Spinola de Oliveira, Carlos Antônio Fernandes e Rafael de Freitas Faria decidiu por mantê-lo em liberdade por considerar a situação como de legítima defesa.


Comments are closed.