O câncer de testículo é a neoplasia maligna mais comum em homens com menos de 45 anos de idade. Apesar de acometer pessoas geralmente jovens, há uma grande chance de cura na maior parte dos casos.

A criptorquidia (quando um deles ou ambos testículos não descem para a bolsa escrotal) é o principal fator de risco. Todos os homens que têm esse problema devem procurar um urologista para tratamento adequado.

O sintoma encontrado é um nódulo (“caroço”) endurecido e geralmente sem dor, além do aumento progressivo do testículo. Esse sintoma também pode ocorrer em outras doenças, como em inflamações. De qualquer modo é necessário procurar um médico para melhor avaliação.

Continua após a publicidade

É importante a detecção precoce. Para tanto, deve-se estimular os homens, principalmente os jovens e adultos a fazer o auto-exame do testículo.

cancer-testiculos

Como fazer o autoexame de testículo

O auto exame testicular deve ser feito do seguinte modo:

  1. Em pé, de frente para o espelho, observe se há alterações na textura e na cor do saco escrotal;
  2. Examine os testículos com as duas mãos, para isso deve colocar o dedo do meio e o indicador atrás do testículo e o dedão em cima do testículo. Depois deslizar o testículo entre os dedos para avaliar a presença de caroços. Este movimento normalmente não causa dor;
  3. Encontre o epidídimo, um pequeno canal localizado atrás do testículo, por onde passa o esperma. Ele deve ser identificado para não ser confundido com uma massa suspeita ou gânglios inchados;

Se durante o autoexame testicular o indivíduo encontrar a presença de coroços do tamanho de uma ervilha, que não causam dor, na parte da frente dos testículos, deve marcar uma consulta com um médico urologista para avaliar a situação. Normalmente estes gânglios podem ser sinal de infecção, mas se não for, é provável que seja um câncer.

Quando fazer o autoexame de testículo

O autoexame dos testículos deve ser realizado mensalmente, de preferência após um banho quente, pois o calor relaxa a região, facilitando a observação de alterações. Durante a realização do autoexame, o homem deve procurar alterações nos testículos como:

  • Diferença no tamanho;
  • Sensação de peso no escroto;
  • Presença de uma massa ou caroço duro no testículo;
  • Dor na região inferior da barriga ou virilha;
  • Presença de sangue no escroto;
  • Dor ou desconforto no testículo ou escroto.

O autoexame testicular deve ser feito a partir da adolescência, para que o homem tenha noção do tamanho e forma normal dos testículos e veja mais facilmente qualquer alteração neste órgão.


Comments are closed.