Monumento tem mais de 17 metros de altura (Foto: César Campos/G1)
Monumento tem mais de 17 metros de altura (Foto: César Campos/G1)

Medindo 17,1 metros de altura – sendo um pouco mais da metade da altura do Cristo Redentor, no Rio de Janeiro – a imagem de Nossa Senhora Aparecida em Campos Altos, no Alto Paranaíba, leva mais de 100 mil fiéis ao santuário na cidade. Construída a pedido do aposentado Francisco Sebastião Ferreira, conhecido como Chico Raimundo, de 96 anos, a imagem foi inaugurada em 23 de janeiro de 2010. Segundo Chico, o motivo para a construção do monumento é devido às graças que a santa já proporcionou a ele.

Os quase 100 anos de Chico se escondem atrás da lucidez do devoto. A história entre ele e Nossa Senhora Aparecida começou quando ainda tinha 11 anos e trabalhava em uma fazenda. “Eu perdi minha mãe quando eu tinha dois anos e vivi com meu pai. Comecei a trabalhar muito cedo e a dona da fazenda dizia para eu sempre rezar um terço para Nossa Senhora Aparecida todos os dias, porque ela iria me ajudar”, contou.

E ele reza até hoje. Ao acordar, durante a tarde e também antes de dormir, Chico reza o terço agradecendo às graças que a santa já proporcionou. “A principal graça que Nossa Senhora me deu é um segredo entre eu e ela. Porém, eu posso adiantar que eu já passei fome, fui carreiro, fui chapa e com 30 anos casei com minha esposa que tinha 18 anos. Tive sete filhos, perdi um, tenho 18 netos e 16 bisnetos. Consegui dar curso superior a seis filhos, tenho uma mulher que me ama. E tudo isso, sem estudar. Quer coisa melhor que isso? Tudo isso é uma graça”, disse.

Continua após a publicidade

Foi pelo agradecimento que o aposentado começou uma obra para Nossa Senhora Aparecida. A primeira, foi uma capela construída em 1952, que ainda se conserva e fica próxima à imagem de mais de 17 metros. “Depois da capela que eu fiz, outra já foi feita e uma igreja com capacidade para 800 pessoas também foi construída pelo Padre Jorge. Mas, a capelinha que eu fiz, faço questão de mantê-la do mesmo jeito desde 1952. Todo ano eu a reformo, é uma relíquia”, afirmou.

Chico não sabe escrever, porém é um bom leitor. E foi através das leituras e buscando informações que ele pesquisou para construir a maior imagem de Nossa Senhora Aparecida do mundo. “Eu vi na televisão que no norte tinha uma de nove metros, depois descobri que tinha outra de 13 metros e pedi a um escultor de Goiânia para fazer uma maior, cerca de 15 metros e ficou maior”, comentou.

O local onde ela foi instalada foi doado por um fazendeiro. Aos poucos, o espaço foi crescendo e se transformou no Santuário de Nossa Senhora Aparecida dentro de Minas Gerais, sendo, segundo Chico Raimundo, o segundo maior do Brasil. “Eu queria evangelizar e levar o nome de Nossa Senhora Aparecida aos fiéis. Quando eu vejo milhares de pessoas nos pés dela, eu chego a chorar de emoção vendo os fiéis subirem até os pés da Santa”, disse.

G1


Comments are closed.