O vigilante Thiago Henrique Gomes da Rocha, 26, foi apresentado pela Polícia Civil do Estado na manhã desta quinta-feira (16)
O vigilante Thiago Henrique Gomes da Rocha, 26, foi apresentado pela Polícia Civil do Estado na manhã desta quinta-feira (16)

O superintendente da Polícia Judiciária de Goiás, delegado Deusny Aparecido Silva Filho, disse que o suspeito de ter cometido 39 homicídios em Goiânia tentou se matar na madrugada desta quinta (16). O homem foi preso na última terça-feira (14).

O vigilante Tiago Henrique Gomes da Rocha, 26, estava sozinho em uma cela da Delegacia Estadual de Repressão a Narcóticos, na capital do Estado.

Ele usou uma lâmpada quebrada para cortar os pulsos, segundo a polícia, mas foi socorrido a tempo por uma equipe do Corpo de Bombeiros.

Continua após a publicidade

Pela manhã, na apresentação dos resultados da força tarefa constituída para investigar o assassinato de 15 mulheres em Goiânia neste ano, que culminou na prisão de Rocha, a reportagem não conseguiu ver nenhum ferimento no corpo do suspeito.

Segundo a polícia, Rocha confessou 39 assassinatos em depoimento. Mas adefesa dele nega os crimes.

O advogado do suspeito, Thiago Huascar Santana Vidal, disse que seu cliente só confessou porque ficou intimidado na presença de tantos policiais. “Ele disse que foi falando o que os delegados queriam ouvir. Para mim, só admitiu alguns roubos.”


Comments are closed.