Na manhã desta quinta-feira, 16 de outubro, Luiz Fernando diretor do Pronto Socorro de Ituiutaba nos forneceu uma nota de esclarecimento em relação a discussão com o vereador Zé Divino. Veja:

Pronto Socorro municipal de Ituiutaba
Pronto Socorro municipal de Ituiutaba / Divulgação

“Eu estava em casa, havia saído do Pronto Socorro por volta 18 horas, por volta das 19:30, recebia ligação do vereador alegando que não havia médicos para o atendimento. Me desloquei para o Pronto Socorro, estranhando tal informação pois a escala de plantão já esta completa em relação ao quadro de médicos. Chegando lá, os médicos se encontravam normalmente, porém havia uma caso de emergência de uma cardíaca, emergência grave, e dois médicos estavam fazendo o atendimento, Dr. Cirino e Dra. Aline. O Dr. Fernando ficou atuando no atendimento, mesmo médico, que fez o atendimento do vereador Zé Divino.

Quando cheguei o vereador Zé Divino entrou pela porta de emergência alegando que aguardava atendimento, ele e uma outra pessoa além do pessoal do grupo (Por Amor a Ituiutaba).Quando começou a questionar que estava ali e não havia médicos, quando fui explicar que havia emergência e que ele não poderia estar naquele local solicitei, com muita educação, que o mesmo se direcionasse para sala de espera, como os demais da população que estava esperando. Momento em que ele respondeu que estava ali como vereador e ficaria ali como vereador. Em resposta disse que mesmo ele sendo vereador, ele deveria aguardar como todos os demais, e aquele ambiente não deveria ser criado um tumulto, por mais que respeite a autoridade de um vereador, porem é um lugar de atendimento igualitário. Não houve gritos, apenas o pedido que ele se direcionasse para a sala de espera. Também não ocorreu a chamada da policia por parte do PS.

A policia foi acionada pelos familiares da senhora com para cardíaca, onde ocorreu um desentendimento com a equipe do Por Amor a Ituiutaba, a família alegava que estava tendo um bom atendimento, isso ocorreu na parte externa do Pronto Socorro, palavras dos familiares e da policia, pois me encontrava na parte interna do PS. Quem chamou a polícia foi a família para o movimento, nos continuamos o atendimento normalmente, não houve tumulto por parte de nenhum paciente dos que estavam aguardando atendimento.

A sete meses assumi a direção, novamente, do Pronto Socorro a pedido do prefeito Luiz Pedro, procuro dar o meu melhor, pela população sem fazer distinção entre as pessoas de forma nenhuma, todos tem o mesmo direito de estar ali, por ser honesto com meu trabalho. Meu cargo não tem pretensão política, por isso mesmo não respondo algumas criticas, pois o que deve ser visto é o meu trabalho. Meu cargo esta disposição das lideranças como o senhor prefeito, e enquanto eu estiver no meu cargo vou fazer com muito amor e dedicação para a população que merece um atendimento com respeito.”

Pontal em Foco


Comments are closed.