Produtos aroubados foram recuperados pela Polícia Militar (Foto: Fernanda Resende/G1)
Produtos roubados foram recuperados pela Polícia Militar (Foto: Fernanda Resende/G1)

Cinco pessoas foram presas e um menor apreendido na tarde desta segunda-feira (10) em Uberlândia. Eles são suspeitos de cometer roubo a uma loja de móveis nesta manhã. Na ocasião, foram levados computadores, relógios, celulares, uma aliança de ouro, cerca de R$ 400 em dinheiro, mais de R$ 13 mil em cheques e até um carro. A Polícia Militar (PM) ainda apontou os presos como sendo integrantes de uma quadrilha de roubo a veículos na cidade e região.

Segundo a PM, o grupo estava armado e invadiu o estabelecimento comercial, que fica no Bairro Santa Mônica. Duas pessoas que estavam trabalhando no momento foram rendidas. Após o crime, parte da quadrilha seguiu no carro roubado, que pertencia a uma das vítimas, e as demais no veículo que dava apoio.

A polícia disse ainda que o carro levado foi abandonado em uma estrada vicinal próximo ao Rio Uberabinha e que através de um aplicativo de rastreamento que estava em um dos celulares a PM conseguiu chegar até o grupo.

Continua após a publicidade

Além do carro, todos os objetos e materiais roubados foram recuperados. Mais de dez policiais estiveram envolvidos na prisão do grupo, que ocorreu no Bairro Campo Alegre, na área conhecida como São Jorge. A PM confirmou que um dos presos estava com um mandado em aberto e se encontrava foragido. “A Polícia Militar foi acionada de forma rápida e com o apoio dos nossos analistas criminais, que rastrearam a localização do grupo por meio de um dos celulares roubados, conseguimos prender todos os envolvidos. É uma quadrilha especializada a roubos a veículos e estabelecimentos comerciais”, disse o tenente Wender Lutiany.

Segundo o tenente, a partir de agora a polícia vai dar andamento a ocorrência para que a Polícia Civil possa fazer a restituição dos bens às vítimas. Todos os presos serão conduzidos à Delegacia de polícia para as providências cabíveis. “A nossa análise criminal vai fazer o levantamento de outros registros e cruzar os dados a fim de verificar outras ocorrências com envolvimento da quadrilha”, concluiu.

Fernanda Resende Do G1 Triângulo Mineiro


Comments are closed.