Traficante era beneficiária do Bolsa Família, mas andava de Honda Civic e tinha R$ 8 mil
Traficante era beneficiária do Bolsa Família, mas andava de Honda Civic e tinha R$ 8 mil

A Polícia Civil prendeu pai e filha acusados de manterem uma boca de fumo em Três Lagoas (MS). Chamou a atenção dos policiais o fato de Mayara Roberta da Silva, de 20 anos, ser beneficiária do Bolsa Família, apesar de possuir um Honda Civic e ter mais de R$ 8 mil em espécie guardados no quarto. Ela e o pai, Marcos Roberto da Silva, 45 anos, mantinham uma mercearia como fachada para camuflar o negócio criminoso.

Segundo a polícia, com os acusados foram apreendidos 625 gramas de “crack”, 145 gramas de cocaína, 58 gramas de maconha, R$ 15.914,00 (quinze mil, novecentos e catorze reais) em dinheiro, além de um veículo Civic e uma moto Suzuki utilizados para o tráfico de drogas.

A operação foi deflagrada após meses de investigações da Polícia Civil, que investigava pai e filha, após uma denúncia anônima, de que a mercearia localizada na Rua Seriema, naquele município, seria um ponto de venda de drogas. Após campanas no local e, observação do perfil dos frequentadores da pequena mercearia que Marcos mantinha na frente de sua casa, a Polícia Civil solicitou um mandado de busca e ontem (04), fez a incursão no imóvel.

Continua após a publicidade

De acordo com o delegado responsável pelas investigações, Thiago Passos, “Mayara é esposa de um presidiário, que também será investigado por eventual participação no esquema de tráfico de drogas desbaratado pela Polícia Civil nesta data”.

Correio do Estado / Foto: Rádio Difusora 1250


Comments are closed.