Jovem de 23 anos é presa ao tentar entrar em prisão com crack, comprimidos e maconha dentro da vagina

Droga encontrada na vagina da jovem / Foto: Polícia Civil / GENARC / Luziânia
Droga encontrada na vagina da jovem / Foto: Polícia Civil / GENARC / Luziânia-Go

Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Narcóticos (GENARC) de Luziânia-GO, em parceria com os agentes da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária e Justiça (SAPEJUS) de Goiás, prenderam em flagrante, no dia 14 de novembro, Priscila Ferreira Rodrigues, 23 anos, por tráfico de drogas.

Priscila foi abordada na entrada do presídio, Centro de Inserção Social (CIS) de Luziânia, quando tentava entrar com droga dentro das partes íntimas. Na primeira revista feita em Priscila, nada foi encontrado, mas a agente prisional que a revistou desconfiou das atitudes suspeitas da mulher. Desse modo, solicitou apoio ao GENARC de Luziânia.

Ao chegar ao presídio, a delegada da referida especializada, Caroline Matos, requisitou perícia médica nas partes íntimas de Priscila, que foi conduzida ao Instituto Médico Legal para essa finalidade. Durante o exame, foram encontradas porções de maconha, comprimidos diversos e crack dentro da vagina de Priscila. Segundo a delegada, o destinatário da droga seria o detento Rosivaldo, companheiro de Priscila.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Novo significado da palavra “sorte”

jovens são suspeitos de dar maconha para macaco no Paraná