Ex-ministro Márcio Thomaz Bastos morre aos 79 anos em SP

Ex-ministro Márcio Thomaz Bastos morre aos 79 anos em SP
Ex-ministro Márcio Thomaz Bastos morre aos 79 anos em SP

O ex-ministro da Justiça Marcio Thomaz Bastos morreu aos 79 anos na manhã desta quinta. A informação foi confirmada pela família.

Ele estava internado há alguns dias no hospital Sírio Libanês, em São Paulo, para tratamento de problemas no pulmão.

Desde o mês passado, o ex-ministro apresentava tosse e um pouco de fraqueza. Na semana passada, ele fez uma viagem de trabalho aos Estados Unidos e na volta apresentou um quadro de embolia, que chegou a afetar seu coração.

Thomaz Bastos é considerado um dos principais advogados criminalistas do país. Foi presidente da OAB-SP entre 1983 e 1985 e do Conselho Federal da OAB (1987 a 1989) antes de virar ministro da Justiça (2003 a 2007) no governo Lula.

No julgamento do mensalão, ele fez a defesa do ex-dirigente do Banco Rural José Roberto Salgado, condenado a uma pena de 14 anos e 4 meses de prisão por formação de quadrilha, lavagem de dinheiro, gestão fraudulenta de instituição financeira e evasão de divisas.

NA ATIVA
O ex-ministro driblou os médicos e chamou advogados de sua equipe envolvidos na Operação Lava Jato para despachar ontem no hospital Sírio-Libanês. Levou uma bronca da família.

BOLETIM
Bastos foi internado há alguns dias por causa de uma embolia, definida no boletim médico como “descompensação de fibrose pulmonar”.

Três pessoas foram presas por envolvimento com drogas em Monte Alegre. Mulher de 56 anos foi presa com crack

Copasa vai captar R$ 140 milhões no mercado