‘Ladra gata’ de Curitiba é considerada foragida

A jovem acusada de ter furtado um carro de uma concessionária de Curitiba durante um test-drive em maio de 2013 é considerada foragida pela Polícia Civil. Ela é suspeita de ter roubado um óculos de grau no valor de R$ 736 de uma ótica, segundo o delegado Renato Figueiroa. Um Boletim de Ocorrência foi registrado no 8º Distrito Policial (DP) pelo dono do estabelecimento e, conforme o delegado, Fabiana Sporh Godk será indiciada pelo crime de roubo.

O caso aconteceu em outubro. Nesta quinta-feira (20), a mãe de Fabiana prestou depoimento à polícia e devolveu o óculos roubado, ainda segundo o delegado. A jovem de 28 anos responde em liberdade ao processo por furto qualificado mediante fraude, ocorrido em maio de 2013. À época, o delegado responsável pela investigação também foi Renato Figueiroa. “Ela continua fazendo isso porque se sente impune”, afirmou. Como não teve flagrante, Fabiana não foi presa.

De acordo com o Boletim de Ocorrência, a jovem foi com a mãe à ótica e escolheu um óculos de grau para a mãe. Na data para buscar o óculos, ela retornou e ficou conversando com a vendedora. Pediu para que a vendedora fosse até o carro, onde estaria a sua mãe, para confirmar se ficou bom. Ao chegarem ao local onde o carro estava estacionado [nas proximidades e sem ninguém dentro], ela deu um empurrão na vendedora, tomou o óculos das mãos dela e fugiu com o carro.

Na época em que Fabiana roubou o carro, ela estudava Direito. Agora formada, estuda para o exame da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB).

As informações são do site Bem Paraná.

Alunos de Capinópolis passam por avaliação nacional

Papai Noel de shopping esconde rosto de criança porque pai não quis pagar foto