Quatro vítimas: Polícia Civil apresenta menor autor de chacina no Morro do Mendanha

Quatro vítimas: Polícia Civil apresenta menor autor de chacina no Morro do Mendanha
Quatro vítimas: Polícia Civil apresenta menor autor de chacina no Morro do Mendanha

A Polícia Civil apreendeu no dia 10 um rapaz de 17 anos (foto) que confessou ter feito os disparos que mataram quatro mulheres entre 15 e 19 anos na chacina do Morro do Mendanha, ocorrida no dia 8 de março. S. foi apresentado ontem à imprensa e admitiu ter matado as jovens. Disse que fez isso porque descobriu que elas estavam entregando para a polícia o envolvimento dele com o tráfico e negou a participação de outros três suspeitos indiciados pela polícia.

Entretanto, segundo o delegado Kleyton Manoel Dias, titular da Delegacia de Apuração de Ato Infracional (DEPAI), não há dúvidas de que todos estão envolvidos no crime. “Ficou evidenciado durante as investigações, que os quatro suspeitos tiveram envolvimento com o crime. Se arrastou, se levou, se atirou, não importa, pois todos participaram. Se ele estivesse sozinho, não ia conseguir”, comentou.

Ao contrário do que diz S., a polícia descobriu que a mensagem que irritou o grupo havia sido transmitida por uma amiga de Rayane Kelly Silva, de 15 anos, uma das vítimas da chacina, a um policial militar usando o celular de uma das que foram mortas. Na mensagem, a amiga de Rayane teria dito que estava “em lugar impróprio, com pessoas impróprias”. O PM confirmou a versão e disse que não conhecia nenhuma das quatro adolescentes mortas.

Aos jornalistas, S. foi monossilábico sobre arrependimento: “Ô.” E completou: “Já fui para matar. Agora quero puxar essa cadeia e sair fora”, disse aos jornalistas. Se condenado, ele pode pegar no máximo três anos de internação. Além dele, há um adolescente apreendido, um morto e Paulo Henrique Silva, de 19 anos, preso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

antor Renner é preso em SP após se envolver em acidente de trânsito

Jovens fogem da PM em uma moto em Capinópolis e são detidos