MÁRIO BITTENCOURT

O navio MSC Preziosa, que tem 67 metros e capacidade para 3.502 passageiros e 1.338 tripulantes
O navio MSC Preziosa, que tem 67 metros e capacidade para 3.502 passageiros e 1.338 tripulantes / reprodução

Um brasileiro de 47 anos que estava em um cruzeiro que passava pelo Parque Marinho de Abrolhos, no litoral sul da Bahia, caiu no mar e está desaparecido.

O navio onde estava Paulo Roberto Santos partiu de Santos (SP), na segunda-feira (5), com destino ao litoral do Nordeste.

Continua após a publicidade

Segundo o Comando do 2º Distrito Naval da Marinha, o passageiro caiu no mar na tarde de quarta-feira (7), no percurso entre Búzios e Salvador. A Marinha diz, no entanto, que ainda não é possível saber se ele caiu sozinho ou foi jogado da embarcação.

Após a queda, o navio prosseguiu viagem e chegou nesta sexta (9) a Ilhéus. O cruzeiro termina no próximo domingo (11), em Santos.

Buscas foram feitas na quinta-feira (8) durante cinco horas e retomadas hoje, sem sucesso, com o navio-patrulha Gravataí e auxílio de um helicóptero da FAB. Neste sábado (10), as buscas serão retomadas.

“A Capitania dos Portos da Bahia instaurou um Inquérito Administrativo sobre Acidentes e Fatos da Navegação, cujo prazo de conclusão é de 90 dias, a fim de apurar as circunstâncias do ocorrido”, informou a Marinha em nota.

A embarcação, batizada de MSC Preziosa, tem capacidade para 3.502 passageiros e 1.338 tripulantes, e 67 metros de altura (o equivalente a um prédio de 20 andares).

A empresa dona do navio, a MSC Cruzeiros, não informou o número de pessoas a bordo.

“A Marinha brasileira agora assume total controle nos esforços de busca e autorizou que o MSC Preziosa seguisse com itinerário”, comunicou a empresa, acrescentando que está “oferecendo suporte para as autoridades de todas as formas possíveis”.

Nem a Marinha nem a MSC confirmaram a origem do passageiro, mas a empresa diz que está em contato com os familiares dele.

Folha de S. Paulo


Comments are closed.