AnimaisAbandonados26jan15

ITUIUTABA Ter um animal de estimação é comum, pois a maioria da população opta por ter um animal em casa para companhia, principalmente para as crianças, ou até para servir de guarda. Contudo, a posse responsável é uma mentalidade que poucos têm, e isso pode gerar grandes problemas.

Continua após a publicidade

Hoje centros urbanos maiores e até mesmo cidades pequenas sofrem com a grande quantidade de animais abandonados nas ruas, o que gera transtornos à população, porque muitas vezes esses animais acabam ficando agressivos. Apesar de todas as campanhas contra o abandono de animais, vê-los abandonados não é muito difícil, principalmente, cães e gatos.

“Como criador e amante de animais sei o quanto é difícil cuidar de um animal como ele merece, tenho em minha residência três cães, um Rottweiler, um Fila e uma vira-lata. Antes destes, tive outros, e sempre zelei dos meus animais, às vezes tendo gastos que extrapolavam meu orçamento com veterinários, mas isso porque sou responsável e consciente, o que muitos outros criadores parecem não ser, pois descartam animais doentes ou até saudáveis, simplesmente porque não tem mais espaço em casa ou pelo ‘trabalho’ que o animal dá. Isso é inaceitável e inadmissível”, comenta o publicitário, Renato Mendes.

É bom esclarecer que compete à Vigilância Ambiental em Saúde, antigo CCZ, recolher animais somente com casos de Leishmaniose ou Raiva. “Infelizmente hoje muitas pessoas nos procuram tentando deixar filhotes ou até mesmo animais doentes, mas eles não entendem que não é de nossa competência, e que este tipo de conduta é crime, afinal, todos temos responsabilidades”, avalia o coordenador do CCZ, Antônio Carlos.

Hoje o Centro de Controle de Zoonoses – CCZ, está com 15 animais em seu canil, e estes animais podem ser adotados, pois recebem acompanhamento veterinário e são vacinados. Quem quiser conhecer, ou até adotar os animais pode ir até a sede do Centro, na Rua Aristides Naves Carneiro, 142, bairro Alvorada.


Comments are closed.