Safra agrícola sem problemas com armazenagem em Capinópolis

Safra agrícola sem problemas com armazenagem em Capinópolis
Safra agrícola sem problemas com armazenagem em Capinópolis

CAPINÓPOLIS – Se por muitos anos Capinópolis, Ipiaçu, Ituiutaba e Cachoeira Dourada enfrentaram problemas com a falta de espaço para armazenagem de grãos, a safra agrícola 2015 vem com um novo aspecto e muito espaço para soja e milho. Depois de décadas onde os produtores de grãos tiveram seus custos de produção elevados pela falta de armazéns e logística adequada para que pudessem retirar da terra a safra de grãos no momento de maior lucratividade, e agora como a confiança no setor está em alta e o município de Capinópolis volta a ser chamado de “Celeiro de Minas”, um apelido da época de altas produções e produtividade.

Para se ter ideia, mais de R$ 35 milhões estão sendo investidos por empresas e grupos de produtores rurais para melhorar a condição de armazenamento, de olho nesse processo de aumento na produção de grãos que está ocorrendo. Um desses investimentos que estará recebendo grãos vem da parte dos produtores Wesley Barbosa, Vaner Victor e Marcelo Vilela, cujo investimento situado na MG 226 (Capinópolis a Canápolis) chama a atenção dos produtores daquela região.

O empresário José Antonio Maximiano é um desses investidores que aposta na construção de local próprio para atender sua produção agrícola. Já o investimento que vem sendo feito pela Algar Agro é o maior, em torno de R$ 25 milhões para recebimento, transbordo e armazenamento de soja, cuja capacidade estática poderá receber 70 mil toneladas para armazenamento e mais 100 mil toneladas para recebimento e transbordo.

“A capacidade de armazenagem de Capinópolis aumentou muito e com a entrada em atividade dessas empresas, produtores de soja, milho e sorgo não terão tantos problemas, pelo menos em termos de armazenagem”, afirma o presidente do Sindicato dos Produtores Rurais de Capinópolis e Cachoeira Dourada, Wesley Barbosa.

Para a prefeita de Capinópolis, Dinair Isaac o município tem no setor produtivo rural um aspecto importante que motiva a região para o seu desenvolvimento, com investimentos por parte da Prefeitura Municipal em melhorias nas estradas, facilitando e oferecendo qualidade para a logística das empresas, não só as que atuam na safra de grãos, como também na pecuária de leite e corte, suinocultura e criação de aves.

“O produtor rural é um verdadeiro guerreiro, onde além das dificuldades impostas pelo mercado e pela concorrência, ainda fica na expectativa de bons períodos de chuva para que sua safra tenha sucesso”, comentou a prefeita Dinair Isaac.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Jovens da Terceira idade retornam ao Grupo Conviver na segunda-feira

Ônibus da dupla Milionário e José Rico se envolve em acidente