Sebrae anuncia investimento de mais de R$ 1,3 milhão em projetos de inovação tecnológica

Fabiano Alves – Sebrae Uberlândia

A unidade regional do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas – Sebrae-MG de Uberlândia anunciou o investimento de mais de R$ 1,3 milhão em projetos básicos ou avançados e de inovação, por meio do Sebraetec 2015 – programa de consultoria de apoio à inovação para as empresas de tecnologia da cidade.

Esse é o quarto ano consecutivo do projeto que tem contribuído com o desenvolvimento de muitas empresas de tecnologia, na região do Triângulo Mineiro. Até agora foram investidos R$ 5 milhões que beneficiaram cerca de 100 empresas de Uberlândia.

Ao aderir ao Sebraetec, a empresa consegue um aporte de 80% para o custo do projeto diluídos em horas de treinamento, consultorias e/ou insumos para análises.

Segundo o representante do Sebrae, em Uberlândia, Fabiano Alves, esse investimento será voltado para as micro e pequenas empresas que participam do Polo Mobilidade Empresarial de Tecnologia da Informação. “São empresas cadastradas em nosso sistema, nessa área de atuação, e que tenham um faturamento anual de até R$ 3,6 milhões”, explica.

Robson Xavier – Presidente da I9 Uberlândia

Os recursos do Sebraetec serão repassados para a I9 Uberlândia, que é a entidade executora do programa licenciada pelo Sebrae. A Associação ficará encarregada de contratar a consultoria e treinamentos de acordo com os próprios critérios e direcioná-los para a empresa beneficiada. “Após os trâmites, toda a prestação de contas é encaminhada para o Sebrae. Pela quarta vez consecutiva fomos escolhidos para sermos a entidade executora, parceira do Sebraetec, e estamos muito honrados. Isso demonstra a credibilidade de nossa instituição e a compatibilidade da nossa estrutura para atender projetos grandiosos e importantes como os do Sebrae”, comemora o presidente, Robson Xavier.

Divisão de recursos

Os recursos do Sebraetec serão divididos em duas modalidades de projetos, sendo que R$ 900 mil estarão direcionados para aqueles classificados na categoria Básico ou Avançado e R$ 450 mil para os de Inovação.

Dentro da categoria em Básico ou Avançado serão beneficiados, ao menos, 30 projetos de até R$ 30 mil. Já na categoria Inovação, serão cinco projetos de até R$ 90 mil.

Seleção dos trabalhos

Nessa edição do Sebraetec, os critérios de classificação dos trabalhos foram diferentes dos anos anteriores. Na categoria Básico ou Avançado, as empresas interessadas reuniram a documentação necessária e encaminharam para o Sebrae. Se o dossiê estiver completo e a organização enquadrar-se nas regras do programa, ela será classificada, por ordem de chegada, ou seja, mediante a entrega do projeto, no Sebrae.

Na categoria Inovação, o processo será diferente. Segundo Alves, haverá a elaboração de um edital, na matriz do Sebrae, em Belo Horizonte, e será feita uma chamada de projetos em nível estadual.  “Nós não temos previsão de quando sairá esse edital, nem como serão as regras para a seleção dos projetos. Todavia, o que podemos afirmar é que R$ 450 mil estão garantidos para, pelo menos, cinco projetos de Uberlândia”, garante.