CAPINÓPOLIS, TRIÂNGULO MINEIRO – A empresa de telecomunicações Algar Telecom, antiga CTBC, mudou o nome, mas a qualidade da prestação de serviços continuar a desejar.

A Algar Telecom detém um expressiva parcela de usuários de serviços de telefonia móvel, internet 3G e banda larga adsl em Capinópolis e uma possível sobrecarga pode estar causando os transtornos que afetam todos os serviços da empresa no município. Quedas ou falhas nas ligações de telefonia móvel, internet 3G de má qualidade são alguns dos transtornos causados.  A zona rural no município de Capinópolis também é prejudicada pela falta de sinal de telefonia móvel.

A Câmara Municipal de Capinópolis já havia cobrado qualidade dos serviços da empresa no ano passado, mas os problemas continuam. Desta vez, o vereador João Makhoul enviou ofício ao deputado Estadual Luiz Humberto (PSDB/MG) para que a cobrança por mais qualidade na prestação de serviços da Algar viesse da Assembléia Legislativa de Minas Gerais. Luiz Humberto Carneiro também cobrou esclarecimentos sobre o serviço prestado em Ipiaçu (MG).

Continua após a publicidade

A Algar, por meio da coordenadora regional Paula Fernanda de Oliveira Ribeiro, respondeu ao ofício no dia 26 de Março afirmando que enviou uma equipe técnica às cidades de Capinópolis e Ipiaçu com a finalidade de apurar as causas das reclamações do sistema de telefonia móvel celular – “Aproveitamos ainda para informar que a Algar Telecom fechou um grande contrato de expansão da sua rede celular com um dos maiores fornecedores de tecnologia, o que vai possibilitar, num horizonte próximo, a ampliação da capacidade de tráfego em praticamente todas as cidades da nossa área de atuação” disse a coordenadora.

Para o vereador João Makhoul, é necessário ser incisivo na cobrança de medidas que garantam a qualidade da telefonia no município – “Temos que cobrar por mais qualidade na telefonia móvel celular e internet móvel da Algar, que detém uma grande parcela do mercado em Capinópolis. Esperamos uma solução breve para o problema que atinge a região urbana e rural do nosso município”, disse o vereador.

Recentemente a Algar elevou o valor dos planos de telefonia, cortou pacotes de serviços de antigos clientes, aumentou o valor cobrado pela internet 3G nos planos promocionais e irá adotar novas medidas para clientes que navegam na Internet por meio de planos Controle e pré-pago, onde o cliente terá que comprar um novo pacote de internet assim que a franquia se esgotar – Antes, o cliente continuava navegando com uma velocidade reduzida.