Jorge Henrique Alves
Jorge Henrique Alves

Policiais civis do Grupo Especial de Repressão a Crimes Patrimoniais (GEPATRI) de Itumbiara, coordenados pelo delegado Lucas Finholdt, prenderam em flagrante, no dia 31 de março, Jorge Henrique Alves Faria, de 27 anos, após o mesmo assinar contrato para abertura de conta com crédito bancário, fazendo uso de documentos ideologicamente falsos.

Após recebimento de denúncia de que um estelionatário contumaz estaria tentando outro golpe, policiais civis daquela unidade realizaram vigilância para flagrar a ação do investigado. Ao chegarem ao banco, imediatamente, reconheceram o investigado e perceberam que o mesmo havia acabado de sair de uma mesa de atendimento gerencial.

Na abordagem, ficou constatado que os documentos apresentados eram falsos. No atendimento bancário, ele ainda havia apresentado uma declaração de renda incompatível e uma relação de bens que não possuía, a fim de conseguir um financiamento bancário. Jorge foi preso região da Praça da República, em Itumbiara.

Continua após a publicidade

Segundo o delegado Lucas Finholdt, o autuado estava utilizando tornozeleira eletrônica, em razão de estar cumprindo pena em regime semiaberto. Ele já possui passagens anteriores por diversos crimes como roubo qualificado, receptação, tentativa de furto, estelionato e furto. Na sede do GEPATRI, foi lavrado auto de prisão em flagrante delito por tentativa de estelionato e uso de documento falso.


Comments are closed.