Operação antidrogas detém sete acusados de tráfico em Uberaba

Operação antidrogas detém sete acusados de tráfico no Mercês
Operação antidrogas detém sete acusados de tráfico no Mercês

Sete pessoas, dentre elas dois menores de idade, foram detidas na madrugada de ontem após operação conjunta entre policiais civis e militares. Um veículo, pedras de crack, cocaína e maconha foram apreendidos. Todos fazem parte de uma mesma quadrilha que, segundo os policiais, faz a venda de entorpecentes naquela região.

De acordo com informações, policiais civis e militares da Área Integrada de Segurança Pública (Aisp) dos bairros Olinda e Abadia deram início à operação por volta de 0h50. Depois de fazerem campana, onde denúncia dava conta de que moradores de um apartamento na avenida Cândida Mendonça Bilharinho, bairro Mercês, estariam comercializando drogas, os  policiais constataram que os suspeitos entravam e saiam várias vezes do prédio em um Fiat Palio, cor azul, placas MVO-1826/Uberaba.

Diante da denúncia, foi realizada a abordagem do carro e, dentro dele, os policiais localizaram o motorista A.L.A., 39 anos, os desocupados R.A.S.M., 24, J.F.S., 35, e duas mulheres que seriam as tesoureiras do tráfico A.K.F.S., 21 e A.P.A.S.M., 20. Foi dada ordem de desembarque aos ocupantes e durante buscas pessoais foram localizadas, em poder de J.F.S. e R.A.S.M., 56 pedras de crack prontas para a venda.

No interior do veículo, embaixo do banco do passageiro, foram localizadas três porções de maconha pesando 67,1 gramas. No apartamento, também apontado na denúncia, os policiais abordaram dois menores de 16 e 17 anos que estavam embalando diversas pedras de crack. Lá também foram localizadas outras 239 pedras de crack, sete papelotes de cocaína, seis ampolas de anestésico, R$ 20 em dinheiro, uma balança de precisão, três lâminas de corte e vários materiais de embalagens. Foi dada voz de apreensão aos menores e junto aos outros cinco autores foram levados à presença da autoridade policial. Os cinco maiores tiveram suas prisões em flagrante ratificadas por tráfico de drogas e associação ao tráfico e foram levados à penitenciária em Uberaba. Já os menores foram apresentados à Vara da Infância e Juventude.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Em turnê na Europa, Ed Motta não quer brasileiros ‘simplórios’ falando português

Funcionário público de 38 anos comete suicídio em Capinópolis