Idoso foi morto com requintes de crueldade
Idoso foi morto com requintes de crueldade

IPIAÇU, TRIÂNGULO MINEIRO – Paulo Henrique Vieira, 31 anos, confessou ter matado idoso aposentado de 86 anos na madrugada desta quarta-feira (29) em Ipiaçu. O criminoso confessou que arrombou a porta da cozinha e asfixiou Jovino Luís de Carvalho com um travesseiro, colocando todo o peso do corpo para evitar que o idoso se movesse – A vítima sangrava pelo nariz e pela boca – o criminoso pode ter ocasionado os ferimentos enquanto removia uma prótese dentária com dentes de ouro que o idoso utilizava.

Inicialmente foi informado que o assassino havia utilizado um bastão de madeira para cometer o crime, segundo a PM,  possivelmente o criminoso tenha batido a cabeça da vítima contra a parede, pois tinha uma lesão no rosto.

Jovino Luís de Carvalho já estava deitado na cama para dormir quando o assassino invadiu a casa.

Continua após a publicidade

Paulo Henrique Vieira, conhecido como “Paulinho Magrão”,  havia negado o crime, mas a Polícia Militar (PM) se deslocou até a residência do então “suspeito” e encontrou a aliança, um aparelho celular e até uma prótese dentária da vítima dentro de uma sacola plástica enterrada no quintal. O criminoso ainda queimou as roupas ensanguentadas que utilizou durante o latrocínio para eliminar evidências.

Paulo Henrique Vieira confessou o assassinato do idoso e roubado dinheiro, um aparelho celular e uma prótese dentária
Paulo Henrique Vieira confessou o assassinato do idoso e roubado dinheiro, um aparelho celular e uma prótese dentária

A PM também recuperou cerca de R$ 104,75 em cédulas e moedas que haviam sido roubadas pelo ladrão.

Jovino tinha o hábito de ir à padaria todos dias e não apareceu na manhã desta quarta-feira – Populares preocupados foram até a residência e o encontraram morto sob a cama com sinais de violência.

O assassino foi encaminhado para a delegacia de Capinópolis para evitar linchamento por parte da população.


Comments are closed.