Comitiva deve tomar conhecimento da decisão  na próxima segunda-feira (12) - (Esq) Alan, Jorginho Jacob e Cleidimar Zanotto
Comitiva deve tomar conhecimento da decisão na próxima segunda-feira (12) – (Esq) Alan, Jorginho Jacob e Cleidimar Zanotto / Foto arquivo: Tudo em Dia

CAPINÓPOLIS, TRIÂNGULO MINEIRO – Uma comitiva regional formada por representantes de Capinópolis, Canápolis e Ipiaçu viajou à Maceió (AL) para a decisão do processo de falência do grupo João Lyra.

Os representantes devem tomar conhecimento da decisão dos desembargadores na próxima terça-feira (12) – O processo caminhava para uma possível venda das empresas do grupo, em especial, das usinas Vale do Paranaíba, instalada em Capinópolis e da usina Triálcool, instalada em Canápolis – Em Março deste ano, o usineiro João Lyra entrou com um agravo na justiça e evitou que o processo de venda das unidades do grupo JL prosseguisse.

João Lyra havia ficado inconformado com o fato de o juiz da comarca de Coruripe (AL), Mauro Baldini, não haver aceito seu pedido de reavaliação dos bens e negar o pedido feito pelo Banco do Nordeste para uma nova avaliação das empresas e decidiu colocar em xeque a atuação do juiz – João Lyra acusou o magistrado de haver feito “infelizes colocações” com o objetivo de “denegrir e enfraquecer a imagem da Empresa Falida”.

Continua após a publicidade

Os desembargadores vão julgar o pedido de suspeição do juiz Mauro Baldini, da Comarca de Coruripe, que vinha cuidando do caso de falência.

O Legislativo e Executivo Capinopolense serão representados pelo vereador Cleidimar Zanotto e pelo vice-prefeito Jorginho Jacob – O presidente do sindicato dos trabalhadores Rurais de Capinópolis, Alan Cunha, também integra a comitiva.