Jesuíno Francisco dos Santos era taxista e tinha 33 anos de idade
Jesuíno Francisco dos Santos era taxista e tinha 33 anos de idade

Equipe da Polícia Civil das cidades de Campina Verde e Iturama prenderam no final da tarde desta quinta-feira (21/05) por volta das 17h, o acusado Valtemir Lima Freitas, 19 anos.

Valtemir Lima Freitas foi preso após investigações da Polícia Civil, e é o principal acusado de participação na morte do taxista da cidade de Iturama, Jesuíno Francisco dos Santos, morto com golpes de faca em data de 07 de fevereiro de 2015, próximo ao distrito de Honorópolis.

A prisão ocorreu em Iturama no Bairro Antonio Bráulio onde reside familiares do acusado, segundo a policia, dois menores também são acusados de participar do crime, além de Valtemir.

Continua após a publicidade

Com a prisão de Valtemir, três meses após a ocorrência do crime, a Polícia Civil acredita que finalmente termina as investigações.

De acordo com a polícia, Valtemir Freitas é acusado de praticar outros crimes na cidade de Iturama, como roubos e ainda de ter participado de outro homicídio, ocorrido em data anterior à morte do taxista.
O outro homicídio ocorreu na noite do dia 02 de fevereiro, quando alguns jovens estavam em um bar no residencial Dr. Diógenes de Souza, na cidade de Iturama, quando ocorreu um desentendimento. Após o fato, a vítima Junio Ferreira dos Santos, 17 anos, foi perseguido pelas ruas do bairro por diversos jovens e morto a golpes de faca nas costas.

De acordo com as investigações da policia, o acusado preso nesta data, Valtemir Freitas teria ajudado a imobilizar a vítima Junio Ferreira.
O CASO – Jesuíno Francisco dos Santos era taxista na cidade de Iturama e na noite de um sábado (07/02/15) saiu para atender um suposto cliente por volta das 23hs. A ligação foi originada de um orelhão solicitando uma corrida até o distrito de Honorópolis, neste município.
O veículo que era conduzido pelo taxista foi localizado pela policia na madrugada do domingo (08/02), por volta das 03h30 abandonado às margens da rodovia MG-497 – KM 209 próximo à Honorópolis com as portas abertas e no interior do carro havia muito sangue e uma faca embaixo do banco.

Familiares, amigos, a polícia e o corpo de bombeiros deram início às buscas na região, sendo que tiveram êxito já na noite do domingo, quando uma viatura da Polícia Rodoviária Estadual do 7º Pelotão Mat. Meio Ambiente e Transito de Iturama, localizou o corpo do taxista Jesuíno Francisco dos Santos, “Jê”, 33 anos.
O mesmo foi encontrado morto com um corte profundo no pescoço e o corpo estava jogado às margens MG-497, cerca de 5 km do distrito de Honório.

De acordo com informações de pessoas que conheciam a vítima, Jesuíno era um rapaz tranquilo, trabalhador e não possuía vícios. A morte do rapaz, na ocasião, foi um mistério para a polícia que não tinha nenhuma informação sobre a motivação para um crime tão cruel.

Participaram da prisão do acusado, Valtemir Freitas Lima, na cidade de Iturama , a equipe de Campina Verde, composta pelo delegado de polícia, Dimer de Toledo e os policiais, Pedro e Lucas Signorelli e a equipe da cidade de Iturama, composta pelo delegado de polícia, Bruno Salmen e os policiais, Leandro, Eduardo e Marcus.

Diário do Triângulo


Comments are closed.