Maria Bethânia responderá processo por porte ilegal de arma no RJ

Maria Bethania
Maria Bethânia responderá processo por porte ilegal de arma no RJ

A Justiça Estadual do Rio de Janeiro recebeu uma denúncia da Promotoria de Justiça contra a cantora Maria Bethânia, que teria cedido uma arma de fogo ao segurança que cuida de sua residência.

Segundo o Ministério Público do Rio de Janeiro, Adevan Barbosa Lourenço, o vigilante, foi preso em flagrante por policiais militares ainda em junho deste ano. Lourenço estava na porta da casa da cantora com um revólver registrado em nome de Maria Bethânia. O vigilante também foi denunciado pelo Ministério Público por porte ilegal de arma.

O processo criado na 31ª Vara Criminal da Capital agora corre no MP. De acordo com a promotoria, após a apresentação da defesa de Bethânia, o MP se manifestará e o processo seguirá para a marcação de uma audiência ou poderá ser determinada a absolvição sumária da cantora, se comprovado que não foi ela quem emprestou a arma.

Caso sejam condenados, Maria Bethânia e Adevan podem responder por pena de dois a quatro anos de prisão e multa, previstos pelo artigo 14° do Estatuto do Desarmamento (Lei 10826/03).

Segundo a assessoria da cantora, Bethânia não recebeu nenhuma noticicação sobre o caso e ainda está investigando para saber do que se trata. A assessoria não informou se a cantora tem posse de arma, mas disse que Bethânia não emprestou nenhum tipo de armamento a seu segurança.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Escola Higino Guerra apresenta resultados à comunidade escolar

Seleção Pública de Estagiários estudantes de Direito no Fórum de Capinópolis