in

Humanização na saúde em Capinópolis deve ser geral

Humanização na saúde deve ser geral
Humanização na saúde deve ser geral

CAPINÓPOLIS – Cobrar atendimento humanizado na saúde somente dos Agentes Comunitários de Saúde, Técnicos em Enfermagem e Enfermeiros é um grande erro, pois o assunto deveria ser tratado com todos os profissionais do setor, desde o atendente na porta de entrada, aos médicos e administradores de hospitais e órgãos ligados ao setor.

A afirmação é da secretária municipal de Saúde de Capinópolis, Simone Dantas, durante reunião com a coordenação do Programa Saúde da Família e da EAGE – Equipe de Apoio à Gestão Estratégica.

A reunião aconteceu no último dia 16, onde a coordenadora dos PSFs, Mona Nascimento afirmou que o atendimento humanizado, feito com respeito e dedicação faz a diferença para qualquer cidadão que esteja recebendo esse atendimento.

A reunião serviu para se tomar as primeiras decisões da nova coordenadora, além de discutir o cronograma de trabalhos das equipes por conta da Expocap 2015.

Para a secretária municipal de Saúde, Simone Dantas, as reuniões são importantes para mensurar a produtividade e a qualidade do serviço prestado, dando condição para que haja um melhor planejamento e melhoria no próprio serviço prestado.

Hoje, são cinco equipes do Programa Saúde da Família, sendo que além do atendimento na cidade, também realizam reuniões semanais na zona rural.