Delegacia de Capinópolis fica superlotada com veículos apreendidos e mostra oportunidade de negócio

foto: Arquivo / pátio da cadeia pública em 2014
foto: Arquivo / Com pátio lotado, carros e motos são estacionados na porta da delegacia

CAPINÓPOLIS, TRIÂNGULO MINEIRO – A falta de um pátio adequado para estacionar veículos apreendidos pela Polícia vem superlotando o pátio a delegacia de Capinópolis.

Em entrevista cedida ao Tudo em Dia, o delegado da Polícia civil, Rafael de Freitas Faria, ressaltou a importância da existência de um pátio credenciado junto ao Detran-MG na comarca de Capinópolis, que engloba outras duas cidades, Ipiaçu e Cachoeira Dourada – Segundo o delegado, ocorrem várias apreensões de veículos todos os dias, sendo que, a maior parte das apreensões fica a cargo da Polícia Militar Rodoviária Estadual, que possui posto de atendimento próximo à cidade de Ituiutaba.

Vários fatores podem ocasionar a apreensão do veículo – A principal é a falta de documentação regular, falta de pagamento de impostos, ocasionando uma média diária de dez apreensões – “Ocorre que, como não temos pátio credenciado junto ao Detran-MG na comarca, as Polícias, em comum acordo, fazem a liberação desses veículos em forma de auto de depósito, liberando assim, o veículo no próprio local de abordagem. A polícia não tem lugar para acondicionar os veículos, sendo que a maioria deles ficam no pátio da delegacia, que encontra-se lotado e alguns chegam a ficar na rua”, disse o delegado.

O delegado informou que quem tiver interesse em abrir este tipo de empreendimento em Capinópolis, deverá procurar o a delegacia de Polícia para tomar nota dos procedimentos legais à serem seguidos. O delegado ressaltou  que a maioria dos pátios no Estado de Minas Gerais recebem por diárias e após certo período de permanência do veículo no local, um leilão do veículo é realizado –  “Agindo dentro da legalidade, a atividade rende lucros aos proprietários”, finalizou o delegado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Reunião da Câmara do dia 10 de Agosto de 2015

Associação Quilombola de Capinópolis buscam reconhecimento de utilidade pública