Vacinação contra paralisia infantil começa neste dia 15 em Capinópolis

CAPINÓPOLIS – A Prefeitura de Capinópolis, por intermédio da Secretaria Municipal de Saúde está pronta para

(Esq) Simone Dantas e Maria Nazaré
(Esq) Simone Dantas e Maria Nazaré

dar início a mais uma vacinação, onde desta feita aproximadamente 900 crianças deverão ser vacinadas em Capinópolis a partir do dia 15 de agosto, quando se inicia a Campanha de Vacinação contra a Pólio.

De acordo com Nazaré, a campanha foi oficializada pelo Ministério da Saúde e acontecerá entre os dias 15 a 31 de agosto. “Vamos começar a mobilizar aos pais para que não deixem de levar seus filhos de 6 meses a menores de 5 anos para receber a vacina”, disse Maria Nazaré.

De acordo com o cronograma em Capinópolis a campanha vai de 15/08 a 31/08, sendo que neste sábado, 15, das 8h às 17h haverá vacinação nos seguintes locais: PSF Augusto Alves Garcia – Bairro Semíramis, PSF Família Jarbas Fontoura – Bairro Ideal, PSF Osvaldo Prado – Recanto das Acácias, PSF Otávio Bernardeli – Bairro São João, e PSF Dr. Cássio Macedo – Bairro Alvorada.

divulgação
divulgação

Todas as crianças de 6 meses a menor de 5 anos devem receber a vacina contra a Pólio, e as crianças de 0 a 4 anos 11 meses e 29 dias vão atualizar o cartão de vacinas e receber aquela que estiver em atraso.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, os objetivos da campanha é atualizar o esquema vacinal de acordo com o calendário básico de vacinação na caderneta de saúde das crianças menores de cinco anos de idade; além da meta que deverá vacinar de forma seletiva as crianças menores de cinco anos de idade. “Não esqueçam de levar junto com as crianças, o cartão de vacinas para avaliação criteriosa da situação vacinal, e todas as crianças vacinadas ganharão um brinde no dia 15.

Em Capinópolis, as ações preventivas e quando se trata de vacinas, há um amplo trabalho desenvolvido pela Secretaria Municipal de Saúde, não só na cidade, como também no setor rural, de forma a levar com facilidade essas ações para o cumprimento das metas, porém, a ordem é esquecer os números estipulados pelo Ministério da Saúde, e trabalhar para que 100% do público alvo seja atendido. “Se temos 900 crianças a serem vacinadas, temos que vacinar as 900 e não apenas o índice determinado como meta”, acrescenta a secretária municipal de Saúde, Simone Dantas.

PM apreende arma de fogo em Ituiutaba

“Experimentava tudo o que aparecia”, diz Odair José sobre drogas