Ministério Público arquiva processo movido contra Roberto Carlos da Silva em Capinópolis

Ministério Público arquiva processo movido contra Roberto Carlos da Silva em Capinópolis
Ministério Público arquiva processo movido contra Roberto Carlos da Silva em Capinópolis

CAPINÓPOLIS, TRIÂNGULO MINEIRO – O Ministério Público arquivou os Autos de um processo movido contra Roberto Carlos da Silva, 43 anos, morador de Capinópolis. Roberto foi preso no dia 15 de Agosto de 2015 sob suspeita de integrar uma quadrilha de envolvida com o tráfico de drogas, como publicado pelo Tudo em Dia em 15 de Agosto de 2015.

O Juiz dr. Thales Cazonato Corrêa e a representante do Ministério Público, Dra. Maria Carolina Silveira Beraldo, assinaram o “Termo de Assentada”, por não vislumbrarem a ocorrência de crime por parte do suspeito.

Roberto Carlos da Silva foi apresentado ao delegado da Polícia Civil após abordagem da Polícia Militar (PM) na avenida 99, próximo à um local conhecido por tráfico de drogas – Os Militares encontraram 6 pedras de crack, de acordo com a ocorrência, a droga estava no pneu traseiro da motocicleta conduzida pelo suspeito.

Segundo informado por Roberto Carlos da Silva ao Tudo em Dia na tarde da última quarta-feira (30) de Setembro, a droga foi adquirida por ele para pagar um “programa” com uma profissional do sexo – A garota teria solicitado a droga para praticar o ato sexual. Ainda segundo Roberto, a droga foi descartada por ele ao avistar os Militares.

Ainda segundo Roberto Carlos da Silva, ele nunca teve envolvimento com as outras pessoas presas durante a operação da Polícia Militar – “Estava no lugar errado, na hora errada”.

Durante a operação da PM, Roberto foi detido na avenida 99 e outras quatro pessoas foram presas aos fundos de um bar – Ao todo, 105 (cento e cinco) pedras de crack; R$ 48 Reais em dinheiro; Um aparelho celular e uma motocicleta Honda foram apreendidos.

Roberto foi demitido do emprego após o caso e enfrentou sérios problemas financeiros – “Perdi o emprego e tenho vários compromissos como, prestação da minha casa, mantimentos, água, luz”, disse.

“Estava separado da esposa e resolvi me aventurar com uma garota de programa – Sei que errei, mas estou pagamento um preço muito alto”, finalizou.

Roberto Carlos da Silva reatou o casamento recentemente.

Abaixo, o “Termo de Assentada”

termo de assentada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paciente é flagrada deitada em chão de corredor de UAI em Uberlândia

Horário de verão 2015 terá início em 18 de Outubro