Capinópolis registrou 48 casos de ataques de cães em 2015

(esq) Simone Dantas e Maria Nazareth
(esq) Simone Dantas e Maria Nazareth

CAPINÓPOLIS, TRIÂNGULO MINEIRO – A Secretaria Municipal de Saúde, após reunião com a Promotoria Pública em agosto, decidiu preparar uma campanha para castração de cães e cadelas, que hoje somam mais de 2.700 animais na cidade, e muitos destes solto nas ruas.

Segundo a coordenadora de Epidemiologia, Maria Nazaré Costa, de janeiro a agosto deste ano foram 53 acidentes registrados, sendo 48 com cães, 4 com gatos e 1 com porco, onde destes, 50 pessoas receberam a vacina e ficaram em observação, e outras 3, além da vacina tiveram que receber soro.

As ações preventivas por parte da Prefeitura Municipal são realizadas com frequência, como na última campanha ocorreu a vacinação antirrábica em 2.761 animais, contudo, o aumento de animais nas ruas da cidade preocupa a secretária municipal de Saúde, Simone Dantas. “Muitas vezes o animal é abandonado nas ruas e passa a ser um problema, onde sofre o animal e coloca em risco as pessoas, em especial crianças e idosos”, disse.

Segundo a enfermeira Poliana Queiróz, está sendo programada uma ação da Secretaria de Saúde para castração de animais, que terá o trabalhado feito por uma veterinária da UFU – Universidade Federal de Uberlândia, com experiência nesse tipo de ação, para que não ocorram problemas com os animais.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde, esse projeto visa o bem estar dos animais, que muitas vezes acabam gerando filhotes nas ruas e estes morrem por falta de cuidados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Dilma tenta pacto com o demônio para salvar governo, diz FHC

Famosos e apostadores – Celebridades apostam alto nos jogos on-line