Servidores fizeram uma manifestação pedindo a resolução dos atrasos nos pagamentos (Foto: Vinícius Lemos)
Servidores fizeram uma manifestação pedindo a resolução dos atrasos nos pagamentos (Foto: Vinícius Lemos)

O salário dos cerca de 700 servidores comissionados da Prefeitura de Uberlândia será quitado com uma semana de atraso e vai chegar às contas dos trabalhadores na próxima terça-feira (17), segundo a Secretaria Municipal de Finanças. Em relação aos servidores ligados à Fundação Saúde de Uberlândia (Fundasus), o prometido é que os vencimentos sejam quitados até amanhã. Na quarta-feira (11), os funcionários do Hospital Municipal, que realizaram protestos, receberam os salários, que também estavam em atraso. Ao todo, a falta de pagamento afetou quase 3 mil trabalhadores do Município.

De acordo com o secretário municipal de Finanças, Carlos Diniz, o atraso foi causado pela queda de R$ 5,1 milhões no repasse do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS). O Município esperava cerca de R$ 13 milhões no início dessa semana, mas chegaram aos cofres de Uberlândia R$ 7,9 milhões. “É o efeito da crise, que afetou a arrecadação estadual e, dessa forma, o repasse para os Municípios”, disse Diniz.

O secretário espera um novo repasse do ICMS na próxima semana para liquidar os salários atrasados dos servidores comissionados, trabalhadores que ocupam cargos de confiança para os quais não há concurso público, que deveriam ter sido recebidos na segunda-feira (9), quinto dia útil do mês. Esse valor chega a aproximadamente R$ 2 milhões.

Continua após a publicidade

Com a ajuda de repasses federais e estaduais, a Prefeitura ainda vai dispor de R$ 3,6 milhões, até amanhã, para a quitação dos vencimentos de 1,2 mil funcionários da Fundasus. Ontem, cerca de mil funcionários da Sociedade Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM) receberam seus pagamentos após repasse municipal para a instituição que administra o Hospital Municipal.

De acordo com o diretor da Fundasus, Marcelo Porta, o Município ainda tem dificuldade nas finanças por conta de atrasos no repasse do Fundo Nacional de Saúde, que costumava ser pago até dia 7 de cada mês e agora tem sido em datas variadas. “Nesse momento, não temos outras fontes de arrecadação”, disse.

Hospital Municipal

Cerca de 200 trabalhadores do Hospital Municipal fizeram uma manifestação pedindo a resolução dos atrasos nos pagamentos, no início da tarde de ontem. A manifestação começou em frente à unidade e passou pela praça Tubal Vilela e pelo Centro Administrativo, onde os manifestantes foram recebidos por representantes do Executivo. “Nosso protesto é para pressionar a Administração. Não vamos trabalhar de graça”, disse a enfermeira Lara Melo Guimarães.

Até o início da manifestação, os salários ainda não tinham sido confirmados, mas o repasse da Prefeitura foi confirmado pelo diretor-técnico do Hospital Municipal, João Paulo Guerra Braga, por meio de nota enviada pela assessoria da Sociedade Paulista para o Desenvolvimento da Medicina (SPDM), que administra o Hospital. Segundo o comunicado, a Prefeitura de Uberlândia fez o repasse na terça-feira (10), no fim da tarde, e ontem a SPDM repassou a ordem de pagamento ao banco.

Tutela

Dos 15 conselheiros tutelares de Uberlândia, 12 paralisaram as atividades, ontem, por falta de recebimento de salários. Com isso, os atendimentos estão suspensos.

Segundo a conselheira Maria Luiza Morais Pires Ferreira, dos 15 integrantes, duas conselheiras são de carreira e já tiveram seus pagamentos depositados e ainda há uma que está de férias. Os 12 demais conselheiros só voltarão aos trabalhos após a quitação dos vencimentos, o que deve acontecer na próxima terça-feira (17). “Recebemos, informalmente, o comunicado dessa data”, afirmou.

Outra conselheira, Elza Vicência, disse que a Prefeitura não dá explicações. “Oficialmente não recebemos informações”, disse.

Salários atrasados

  • Servidores afetados: 2.950
  • 1.000 servidores do Hospital Municipal receberam salários, ontem, com dois dias de atraso
  • 1.950 servidores da Fundasus e comissionados vão receber os salários até a próxima terça-feira (17)
  • Valor total dos salários atrasados: R$ 5,6 milhões

[sociallocker id=29992][/sociallocker]


Comments are closed.