Comissão que investiga irregularidades na Saúde em Ituiutaba faz reunião

Ex- funcionário da Secretaria de Fazenda continua detido.
Ex- funcionário da Secretaria de Fazenda continua detido.

A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) que investiga adulterações de contracheques de médicos plantonistas e desvio dinheiro para uma conta particular se reuniu nesta terça-feira (8) em Ituiutaba. Atual prefeito da cidade e ex-secretário de Saúde à época das irregularidades, Luiz Pedro foi concocado, mas não compareceu à reunião graças a uma liminar judicial.

A CPI foi formada depois de o ex-diretor de Recursos Humanos da Secretaria de Fazenda, Washington Doniro, ser detido, após oito meses de investigações.

A Comissão já ouviu cinco pessoas que trabalhavam na área de Saúde entre 2009 e 2015. O presidente da CPI, Wanderson Rodrigues, afirma que o prefeito já foi chamado para depoimentos por duas vezes. “Fizemos a primeira convocação e ele não compareceu. Reiteramos e já oficializamos no Judiciário para que fizesse valer o que manda o regimento interno de uma CPI. Diante disso, o chefe do Executivo entrou com mandado de segurança que foi enviado para o Fórum e acatado, dando liminar a ele para que não comparecesse ”, explicou. Com a ausência do político, a CPI pretende entrar com agravo de defesa.

Outras nove pessoas, entre médicos, diretor e ex-diretores do Pronto-Socorro Municipal de Ituiutaba serão ouvidas na terça (15) e quarta-feira (16) da próxima semana. O ex-diretor de Recursos Humanos, Washington Doniro, continua detido.

Com informações do G1

Prefeito de Ituiutaba busca ação para cirurgias cardíacas em São Sebastião do Paraíso

Centenas de peixes morrem no Rio São Marcos, na divisa entre GO e MG