Menor suspeito de assassinar vizinha é apreendido em Perdizes

130216-mulherassassinada
Corpo foi encontrado nesta sexta (12) (Foto: Assessoria Polícia Civil/Divulgação)

PATROCÍNIO, MINAS GERAIS – Um adolescente de 15 anos foi apreendido pela Polícia Civil na tarde deste sábado (13), em Perdizes, suspeito do homicídio de Kelly Cristina, de 25 anos. O corpo da jovem foi encontrado na noite desta sexta-feira (12), na zona rural.

Segundo a assessoria da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil de Araxá, o mandado de apreensão foi cumprido por volta das 17h deste sábado. A apreensão foi determinada pelo juiz Rodrigo Caríissimo, após parecer do promotor de Justiça, Marcus Paulo, que acolheram a representação feita pela Polícia Civil. O adolescente ficará em um Centro Socioeducativo.

Após necropsia, o Instituto Médico Legal (IML) de Araxá constatou que o corpo de Kelly tinha mais de 20 perfurações, feitas provavelmente com uma faca, e sinais de violência sexual.

Investigações e o corpo encontrado
Ainda segundo a Polícia Civil, a filha de 8 anos da jovem relatou que na manhã de quarta-feira (10) o adolescente de 15 anos, vizinho da família, pediu ajuda a jovem para consertar canos de água da chácara onde trabalha. Após dar almoço aos filhos, ela saiu da residência e foi até o local.

O marido da jovem, de 31 anos, chegou por volta de 17h30 e percebeu a ausência da esposa. Os filhos o informaram sobre a ida da jovem à chácara. O marido foi até o local, mas o garoto alegou não ter visto ela.

De acordo com militares que atenderam a ocorrência, o adolescente de 15 anos entrou em contradição por diversas vezes. Ele chegou a ser levado para a delegacia na madrugada de quinta-feira (11), mas foi ouvido e liberado.

A Polícia Civil também compareceu à casa da jovem na quinta-feira. No local foi encontrada uma corda com vestígios de sangue, que havia sido localizada por uma equipe do Corpo de Bombeiros de Araxá durante as buscas. Além disso, a Polícia Civil e investigadores encontraram peças de roupas com sangue. As roupas foram apreendidas e encaminhadas à perícia técnica da Polícia Civil de Araxá e serão levadas ao Instituto de Criminalística da Polícia Civil em Belo Horizonte, para a análise.

Com o auxílio de um cão, policiais militares encontraram, na noite de sexta-feira (12), o corpo da jovem em uma área de mata, em estado avançado de decomposição. O corpo foi encaminhado ao IML de Araxá, onde foi necropsiado e depois liberado para a família realizar o sepultamento.

Foram identificadas três perfurações na região do pescoço, três no tórax, uma no ombro esquerdo, 15 no abdômen e corte nos dois pulsos. Outros exames ainda serão realizados em Belo Horizonte com o material biológico colhido.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Assessoria emite nota sobre processo de cassação do prefeito de Ituiutaba

PM prende assaltantes em Canápolis