Conor McGregor e Nate Diaz foram para encarada, mas acabaram separados por Dana White: rivalidade
Conor McGregor e Nate Diaz foram para encarada, mas acabaram separados por Dana White: rivalidade

A pesagem oficial do UFC 196, nesta sexta-feira, no MGM Grand Garden Arena, em Las Vegas, foi mais uma mostra do prestígio de Conor McGregor no mundo do MMA. Ovacionado ao subir ao palco, o irlandês fez pose passando a mão pela barriga, em alusão à subida de divisão – passou dos leves para o meio-médio para a luta -, e passou facilmente pela balança. O adversário, Nate Diaz, vaiado, só foi notado ao disparar palavrões em direção ao Notorious. Já as protagonistas do duelo coprincipal, Holly Holm e Miesha Tate, mantiveram o clima de tranquilidade.

McGregor mostrou a versatilidade e aptidão física para lutar em diversas categorias de peso. Ele passou bem pela balança, alcançando 76,2kg, exibindo um ‘shape’ bem mais musculoso que o normal. Nate Diaz, embora tenha atingido 76,6kg, foi alvo de gozações do irlandês por causa do conhecido estilo ‘longilíneo’ – alto e magro. Na encarada, os dois se aproximaram e logo se separaram, até mesmo para evitar uma briga. O californiano soltou palavrões e o campeão dos leves apenas devolveu nas provocações.

Mulheres pelo cinturão

Continua após a publicidade

Outro momento aguardado na pesagem do UFC 196 foi a entrada das mulheres. Holly Holm, campeã peso galo e que terá a primeira defesa de cinturão, pesou 61kg, no limite dos galos. O mesmo ocorreu com a desafiante, Miesha Tate, que, mesmo com toda beleza no palco, não convenceu os fãs, que apoiaram quase que integralmente a dona do título. A encarada foi respeitosa, a exemplo do que ocorrera no Media Day, na véspera.

Outra luta envolvendo mulheres terá a presença de brasileira. Amanda Nunes, a Leoa de Salvador, atingiu 61,6kg, enquanto a adversária, Valentina Shevchenko, alcançou 60,7kg, embora exibisse um ‘shape’ com mais músculos. As duas se cumprimentaram e tiveram encarada tranquila, sem provocações.

Outros brasileiros escalados também bateram o peso sem problema. Erick Silva, que terá pela frente Nordine Taleb, ficou dentro do limite dos meio-médios, com 77,1kg, o mesmo do adversário. Vitor Miranda e Marcelo Guimarães, que medirão forças no octógono, alcançaram 84,1kg, no limite permitido dos médios.

Bom humor

Um momento de bom humor na pesagem em Las Vegas ocorreu na entrada de Tom Lawlor. Brincalhão, o norte-americano subiu ao palco imitando Conor McGregor. Com um cabelo raspado dos lados, ao estilo moicano e com trancinhas de lado, corte usado pelo irlandês anteriormente, ele ainda mostrou desenhos das tatuagens do Notorious, coladas ao peito, na hora de subir à balança. E arrancou risos também na encarada diante de Corey Anderson, fazendo pose como o astro.

esultados da pesagem do UFC 196

Card principal

Conor McGregor 76,2kg x Nate Diaz 76,6kg –MEIO-MÉDIOS
Holly Holm 61 kg x Miesha Tate 61,2kg – pelo cinturão peso galo
Gian Villante 92,9kg x Ilir Latifi 92,9kg – MEIO-PESADOS
Corey Anderson 92,5kg x Tom Lawlor 93,1kg – MEIO-PESADOS
Amanda Nunes 61,6kg x Valentina Shevchenko 60,7kg – PESO GALO

Card preliminar

Brandon Thatch 77,1kg x Siyar Bahadurzada 77,1kg – MEIO-MÉDIOS
Erick Silva 77,1kg x Nordine Taleb 77,1kg – MEIO-MÉDIOS
Vitor Miranda 84,1kg x Marcelo Guimarães 84,1kg – PESO MÉDIO
Darren Elkins 65,9kg x Chas Skelly 65,9kg – PESO PENA
Diego Sanchez 70,7kg x Jim Miller 70,5kg – PESO LEVE
Jason Saggo 70,5kg x Justin Salas 70,7kg – PESO LEVE
Julian Erosa 65,5kg x Teruto Ishihara 66,2KG – PESO PENA


Comments are closed.