Dona de padaria imobiliza acusado de tentar estuprar sua filha no Fabrício
Dona de padaria imobiliza acusado de tentar estuprar sua filha no Fabrício

UBERABA, TRIÂNGULO MINEIRO – Uma empresária imobilizou homem após tentativa de estupro em confeitaria do bairro Fabrício, em Uberaba na última sexta-feira (4) de fevereiro de 2016. Polícia Militar foi acionada e conduziu o autor à delegacia.

Vítima, filha da comerciante, apresentava escoriações no pescoço e tórax devido ao ataque sofrido pelo tarado.

Durante patrulhamento, guarnição militar se deparou com uma mulher imobilizando um homem na praça Doutor João de Vito. De acordo com o registro policial, a comerciante E.T.G.S., 52 anos, disse que sua filha, a atendente L.P.G., 19, se encontrava no caixa de sua confeitaria, momento em que se deparou com um homem na porta do estabelecimento. Segundo a comerciante, o homem perguntou aonde ela iria, tendo como resposta “que não era da sua conta”. A comerciante seguia para um supermercado e deixou o homem na porta da confeitaria, próximo à calçada. No meio do trajeto ela retornou ao estabelecimento para buscar sua carteira, momento em que avistou a filha em estado de choque.

Continua após a publicidade

Pelo relato de um vendedor, a comerciante foi informada de que o tal homem parado na porta momentos antes teria agarrado sua filha. A jovem disse que o autor invadiu o estabelecimento e a empurrou contra a parede, momento em que puxou seus cabelos, começou a beijar seu rosto e a passar as mãos pelos seios da atendente. Ela tentou gritar, mas o autor tapou sua boca com uma das mãos. Ele só parou quando um vendedor chegou ao local, ocasião em que fugiu correndo em direção ao bar que fica na esquina na praça Doutor João de Vito.

Perplexa mediante os relatos, a comerciante seguiu no encalço do autor, que foi localizado no bar. Ele correu em direção à praça, onde W.F.M.S., 46, foi imobilizado pela própria comerciante até a chegada da equipe militar. Ele apresentava sintomas de ter ingerido bebida alcoólica. Diante dos fatos, foi dada voz de prisão, sendo o autor foi encaminhado à Delegacia de Plantão da Polícia Civil.

Devido ao ataque sofrido, a jovem ficou com escoriações no pescoço e tórax.


Comments are closed.