Um menino de um ano e sete meses deu entrada na rede municipal de saúde, neste fim de semana, com graves sinais de espancamento. Segundo as informações da Polícia Militar (PM), o suspeito da agressão tem 32 anos e é padrasto da criança.

Testemunhas relataram que por volta das 23h50 de sábado (5), a mãe de vítima, de 20 anos chegou à portaria de um assentamento próximo ao Bairro Morada Nova, com o filho todo ensanguentado e desmaiado no colo. Ela contou que a criança tinha sido agredida com socos no rosto e no corpo pelo companheiro dela.

Devido à gravidade, os bombeiros orientaram para que prestassem socorro com veículo próprio até a Unidade de Atendimento Integrado (UAI) do Planalto. Conforme apurado pela reportagem do portal g1 do Triângulo Mineiro, a vítima chegou na unidade com vários ferimentos pelo rosto e o corpo, além de apresentar sonolência fora do quadro normal.

Continua após a publicidade

Em virtude da gravidade dos ferimentos, a criança foi transferida para o Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU).

A assessoria de comunicação do hospital confirmou, na manhã desta segunda-feira (7), que a criança deu entrada na unidade e permanece internada.

Não foi informado o estado de saúde da vítima, uma vez que o caso deve ser acompanhado pelo Conselho Tutelar.

Após ser acionada, uma equipe da PM se deslocou até a casa da família e encontrou o suspeito dormindo. Junto a ele, os militares flagraram dois travesseiros sujos de sangue. O homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil e está preso no Presídio Professor Jacy de Assis.


Comments are closed.