07032016-cruzeiro

Não foi a exibição que o torcedor esperava, mas o Cruzeiro conquistou uma vitória importante sobre a Caldense, por 1 a 0, neste domingo, no Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas. A Raposa abriu o placar com um gol irregular do atacante Alisson, passou sufoco no segundo tempo, mas garantiu os três pontos e a liderança do Campeonato Mineiro.

Com o resultado, a equipe do técnico Deivid foi a 14 pontos. O vice-líder é o Atlético, com 13. Na sequência do Estadual, o Cruzeiro enfrenta o Uberlândia, no próximo sábado, às 18h30, no Mineirão. Já a Caldense visita o Villa Nova, no domingo.

Continua após a publicidade

O time celeste entrou em campo pressionado por causa do mau desempenho nesta temporada e pelos resultados da rodada que o deixavam, antes da partida, na quarta posição. O triunfo magro aliviou um pouco a tensão em razão do momento conturbado vivido na Toca da Raposa II e pode ser importante na continuidade do trabalho.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO DO CAMPEONATO MINEIRO

Vantagem celeste no início da partida

Deivid mexeu no time para o jogo no Sul de Minas. Fabrício perdeu a vaga para o argentino Sánchez Miño na lateral esquerda. No meio, Ariel Cabral retornou ao time titular. E o Cruzeiro começou bem a partida, marcando logo nos primeiros minutos.

Aos 12, depois de cobrança de escanteio, Bruno Rodrigo cabeceou e Alisson desviou para o gol: 1 a 0. O atacante estava em posição irregular, mas a arbitragem confirmou o tento celeste. Jogadores e torcedores da Caldense reclamaram muito do lance.

O gol deu mais tranquilidade ao Cruzeiro, que trocou muitos passes na intermediária defensiva, aproveitando a marcação recuada da Caldense. A partida perdeu em qualidade com muitos chutões e ligamentos diretos. Em um deles, aliás, Henrique saiu na cara do gol, mas chutou em cima do goleiro. A equipe de Poços de Caldas só assustou a defesa celeste no fim da partida, com uma bola na trave do meia Ewerton Maradona.

Cruzeiro sofre, mas sai com a vitória

A etapa final começou com amplo domínio da Caldense. O Cruzeiro apresentou marcação frouxa e cometeu erros bobos na defesa. Rafamar teve três ótima oportunidades de empatar a partida.

Aos 7 minutos, o atacante foi acionado na área e bateu para ótima defesa de Fábio. O próprio atacante pegou o rebote, mas isolou a bola. Na sequência da partida, Rafamar ganhou uma dividida com Bruno Rodrigo, invadiu a área e chutou para fora. Aos 20, o camisa 9 desperdiçou outra boa possibilidade. Ele recebeu cruzamento na medida, mas cabeceou para fora.

Foram minutos tensos para a torcida do Cruzeiro, que sofreu com a inércia da equipe. O quadro era o mesmo da partida contra o América, quando a Raposa saiu na frente, tentou controlar, mas sofreu o gol no fim. Desta vez, contudo, o final foi favorável, embora nada tranquilo. Valeu pelos três pontos e pela continuidade do trabalho do técnico Deivid, que terá mais tempo para acerta o time.

CALDENSE 0 X 1 CRUZEIRO

CRUZEIRO
Fábio; Fabiano (Mayke), Leo, Bruno Rodrigo e Sánchez Miño; Henrique, Lucas Romero e Ariel Cabral; De Arrascaeta (Elber); Willian (Douglas Coutinho) e Alisson
Técnico: Deivid

CALDENSE
Neguete; Jéfferson Feijão, Rafael Estevam, Paulão (Marx Freud) e Marcelinho; Marcel, Michel Benhami , Michel Elói (Marcinho), Tiago Azulão (Edu Silva), Ewerton Maradona; Rafamar
Técnico: Gian Rodrigues

Gol: Alisson
Cartões amarelos: Fabiano e De Arrascaeta (Cruzeiro)
Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Ronaldão, em Poços de Caldas
Público e renda: 2.626 pagantes e R$98.220
Data: domingo, 6 de março de 2016
Horário: 16h
Árbitro: Cleisson Veloso Pereira
Assistentes: Celso Luiz da Silva e Ricardo Júnio de Souza


Comments are closed.