Atacante festeja um dos gols do Atlético no triunfo sobre o Tombense, pelo Campeonato Mineiro
Atacante festeja um dos gols do Atlético no triunfo sobre o Tombense, pelo Campeonato Mineiro

No terceiro jogo com a camisa do Atlético, Robinho desencantou. Mais que isso. Foi o artilheiro do dia. Marcou três gols na vitória por 4 a 1 sobre o Tombense, no Independência, pela sexta rodada do Campeonato Mineiro. Luan abriu o placar para o Galo. Já Paulo Otávio fez o gol de honra do time do interior de Minas.

Com a vitória, o Atlético foi a 13 pontos e assumiu a vice-liderança do Estadual. O confronto contra o Tombense serviu também para o técnico Diego Aguirre ajustar o time do Galo para a Copa Libertadores. Na quinta-feira, o Alvinegro enfrenta o Colo-Colo em Santiago, no Chile. Os mineiros lideram o Grupo 5 com seis pontos. O Colo-Colo e o Independiente Del Valle somam quatro pontos, cada. O Melgar ainda não pontuou.

O Jogo

Continua após a publicidade

A grande expectativa no Atlético estava sobre o quarteto Luan, Cazares, Robinho e Pratto, considerado por muitos torcedores como a formação ofensiva “ideal” do time. Juntos, eles demonstraram muita movimentação. Mas pecaram na conclusão das jogadas.

O Alvinegro reclamou um pênalti não marcado, logo aos quatro minutos, em Erazo. Mas, em seguida, ora no passe final ora na finalização a gol, o certo é que o Galo não conseguiu balançar as redes do Tombense no primeiro tempo.

Aos 10, 22 e 42 minutos, a defesa adversária apareceu no momento exato para bloquear os chutes de Robinho, Cazares e Marcos Rocha, respectivamente.

Aos 38 e aos 40 minutos, foi a vez do goleiro Darley salvar. Primeiro, no desvio de cabeça de Luan. Em seguida, no chute de Lucas Pratto, livre de marcação.

O Tombense mostrava competência para se defender e esperava pelo contra-ataque. Foram poucas chances para a equipe do interior, mas, em uma delas, o travessão evitou o gol, depois do chute de Wangler, aos 32 minutos.

Na etapa final, o equatoriano Cazares deu lugar a Dátolo. Ele viria a ser decisivo para a abertura do placar aos 10 minutos, quando fez boa jogada e tocou para Lucas Pratto, de frente para o gol. O goleiro Darley evitou no primeiro momento, mas, na sobra, Luan fez 1 a 0.

Dois minutos depois, o Atlético ampliou. Robinho marcou o primeiro gol com a camisa alvinegra. Ele completou de cabeça a cobrança de escanteio de Marcos Rocha.

O Tombense teve boa chance de diminuir aos 19 minutos, no chute rasteiro de Marcelo Macedo, que Victor desviou para a linha de fundo.

Mas quem brilhou novamente foi Robinho. Depois de tabelar com Marcos Rocha, o atacante driblou o zagueiro e marcou o segundo dele, o terceiro do Galo.

O gol de honra do Tombense saiu aos 31 minutos. Paulo Otávio recebeu lançamento e tocou na saída de Victor: 3 a 1.

Aos 39, Robinho quase fez o terceiro dele. Depois de passar pelo marcador, ele invadiu a área, chutou e o goleiro Darley defendeu para escanteio. Mas, já nos acréscimos, o atacante não perdoou e completou para as redes o cruzamento de Patric: 4 a 1.

ATLÉTICO 4 X 1 TOMBENSE

Atlético
Victor; Marcos Rocha (Patric), Leonardo Silva, Erazo e Douglas Santos; Rafael Carioca, Leandro Donizete, Luan (Hyuri), Cazares (Dátolo) e Robinho; Lucas Pratto. Técnico: Diego Aguirre

Tombense
Darley; Saldívar (Joílson), Lucas Silva, Wellington e Jean; Doriva, Gelson, Rodney e Wangler; Paulo Otávio e Marcelo Macedo (Daniel Amorim). Técnico: Ney da Matta

Gols: Luan, 10min 2ºT; Robinho, 12min, 24min e 47min do 2ºT; Paulo Otávio, 31min 2ºT

Motivo: 6ª rodada do Campeonato Mineiro
Estádio: Independência, em Belo Horizonte
Data: 6 de março de 2016

Árbitro: Ricardo Marques Ribeiro (FIFA)
Assistentes: Guilherme Dias Camilo e (FIFA) e Márcio Eustáquio Santiago

Cartão amarelo: Dátolo (ATL); Wellington (TOM)

Publico: 17.424
Renda: R$ 339.050,00


Comments are closed.