UBERLÂNDIA, TRIÂNGULO MINEIRO – Uma jovem de 19 anos foi sequestrada na noite de segunda-feira (4), no bairro Umuarama, zona leste de Uberlândia. A vítima voltava do trabalho e foi pega próximo da casa em que mora. Ela foi levada para um barraco e estuprada. Três homens a sequestraram e um a estuprou. O caso é investigado pela Delegacia de Proteção à Mulher. A jovem é natural de Capinópolis, no Pontal do Triângulo, casada e mãe de dois filhos.

Segundo o depoimento dela à polícia, por volta das 20h50, quando voltava para casa pela rua República do Piratini, no bairro Umuarama, a cerca de 450 metros da Delegacia de Plantão da Polícia Civil, ela foi abordada por três suspeitos. Segundo a vítima, eles estavam em um veículo Corsa Sedan de cor preta, rebaixado, com um adesivo na lateral escrito “Fixa”. Um dos suspeitos estava armado e ameaçou a jovem. Os suspeitos seguiram com ela até o viaduto sob a rodovia BR-050, onde a vítima foi encapuzada com uma camiseta.

A jovem não soube dizer para onde foi levada, mas descreveu o local como um barraco de tijolos, sem reboco e sem móveis, somente com uma cama. Nesta casa, ela foi estuprada por um dos suspeitos. Conforme a vítima disse, um dos suspeitos filmou o crime com um celular. Após o estupro, ela foi novamente encapuzada e colocada no veículo, sendo levada até a avenida Comendador Alexandrino Garcia, onde foi forçada a descer do carro e seguir a pé até sua casa. Os suspeitos a seguiram até a rua Pedro Quirino, onde a vítima seguiu na contramão de direção. O trio chegou a entrar na rua na contramão, mas fugiu em seguida.

Continua após a publicidade

Durante seu trajeto, a jovem passou pela rua Acre, em frente à Delegacia de Plantão da Polícia Civil. A vítima disse não ter buscado ajuda neste momento, porque um dos suspeitos, de dentro do carro, disse que se ela entrasse na delegacia seria baleada e morta. Após a fuga dos suspeitos, a jovem procurou ajuda e foi socorrida. Ela foi levada ao Pronto Socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (PS/HC-UFU), onde foi medicada e permaneceu internada até as 3h de ontem.

Câmeras podem ter flagrado o fato

A Polícia Militar (PM) informou que na rua Republica Piratini, onde a jovem de 19 anos foi sequestrada, há câmeras de segurança que podem ter flagrado o fato. No trajeto feito pela vítima, que foi estuprada na sequência, também há câmeras que podem ajudar na identificação do veículo e dos suspeitos, ainda segundo a Polícia.

A delegada da Polícia Civil (PC) responsável pelo caso, Vivian Parreira Martins, disse que as diligências para encontrar os autores do sequestro seguido de estupro, que fugiram após os crimes, já começaram, mas as pistas ainda são poucas.

Correio de Uberlândia


Comments are closed.