Divulgação
Divulgação

O técnico Diego Aguirre evitou prognósticos sobre o adversário do Atlético nas oitavas de final da Copa Libertadores. O Galo, que terminou a participação na primeira fase como líder do Grupo 5, é o terceiro time de melhor campanha na competição sul-americana, mas ainda pode cair duas posições até a conclusão das chaves. O comandante uruguaio descartou fazer simulações de confrontos e prefere aguardar a última rodada para definir a estratégia para as oitavas de final.

“Mantenho o foco, porque temos dois objetivos: um é ser campeão mineiro e o outro é ser campeão da Libertadores. Assistirei aos jogos. Na quinta-feira, quando já houver definição do nosso adversário, vamos começar planejamento de viagem e colher as informações do rival. Faremos tudo o que precisamos fazer”, comentou o treinador, em entrevista coletiva após o empate do Atlético contra a URT, em Patos de Minas, nesse domingo, pela semifinal do Estadual.

O Atlético somou 13 pontos na fase de grupos e ficou atrás na classificação geral apenas de Nacional de Medellín e Pumas. A equipe mineira só perde o terceiro lugar geral da Copa Libertadores em caso de vitória do Corinthians sobre o Cobresal, nesta quarta-feira, por mais cinco gols de diferença. Outra possibilidade é se o Toluca pontuar no duelo contra o Grêmio, na terça, em Porto Alegre. Com saldo de vitórias inferior ao do Atlético, os mexicanos chegariam a 14 pontos.

Continua após a publicidade

O rival atleticano na próxima fase deve ser um clube que se classificou com nove pontos ganhos. Desta forma, os prováveis adversários do Galo são Nacional-URU, Deportivo Táchira, Santa Fe e Grêmio. O time gaúcho, no entanto, ‘foge’do confronto com o Atlético, caso vença o Toluca em casa.


Comments are closed.