(Foto: Divulgação/Agência Brasil)
(Foto: Divulgação/Agência Brasil)

O senador Hélio José (PMDB-DF) propôs uma comissão parlamentar de inquérito para investigar a atuação da Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel). Segundo ele, a CPI tem o apoio de 45 senadores e já foi protocolada.

O representante do Distrito Federal adiantou que um dos eixos de trabalho vai ser apurar a possível limitação dos contratos de banda larga, conforme está em discussão no país.

O presidente da Anatel, João Batista de Rezende, chegou a afirmar, no último dia 18, que a era da internet ilimitada havia morrido. Por causa da pressão da sociedade, a agência recuou uns dias depois e proibiu, por tempo indeterminado a limitação da internet fixa.

Continua após a publicidade

“Não poderíamos ficar quietos nem calados perante a tamanha irresponsabilidade. A medida forçaria milhões de usuários a aderir a franquias mais caras em um momento de grave desemprego e arrocho salarial”, protestou Hélio José.

Outro assunto a ser apurado pela CPI, segundo o senador, será a precariedade no funcionamento da internet móvel.

Da Agência Senado

editorial, opinião, opinando, resposta,

O Tudo Em Dia acredita que a Internet livre e sem limite é primordial para a consagração do direito do cidadão de se informar e consumidor conteúdo on-line.

Ao longo dos 14 anos de atividades do Jornal Tudo Em Dia, vimos grandes mudanças tecnológicas e a atividades das operadoras de telecomunicações não evoluiu em quase nenhum quesito, sendo engolida pelos avanços tecnológicos dos dispositivos móveis, como tablets e smartphones, além do surgimento das Smartvs. Os aplicativos inundaram o mercado com novidades e facilidades, premissas do marketing que as operadores não seguiram.

A ganâncias das operadoras de telecom, em especial a Vivo, que lucrou 179% em 2015, não pode ser admitida pelos brasileiros e o repúdio à Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) deve estar presente nas plataformas sociais.

anatel, corrupção na anatel, propina na anatel, roubo na anatel, crime na anatel, propina da vivo, vivo, operadora, internet limitada, 


Comments are closed.