IPIAÇU – A Prefeitura de Ipiaçu, por intermédio da Secretaria Municipal de Educação e Cultura de Ipiaçu, através de trabalho planejado pela secretária Silvana Ramalho está procurando e pesquisando os bens culturais da cidade.

De acordo com a secretária, este trabalho está previsto no plano de inventário encaminhado ao IEPHA (Instituto Estadual do Patrimônio Histórico e Artístico de Minas Gerais), que foi elaborado pela Secretaria de Educação com assessoria do historiador Cláudio Scarparo Silva. As ações de diagnóstico dos bens culturais procurarão identificar as várias categorias de bens culturais existentes na cidade.

Continua após a publicidade

Ipiaçu é uma cidade do Pontal do Triângulo Mineiro que tem a sua própria história como qualquer outra cidade de Minas Gerais, tendo sua história uma grande importância que merece ser pesquisada e preservada. É como a história de cada cidadão. Cada um procura dar importância a sua própria história. Quem não dá importância a sua história fica sem memória.

Para o prefeito de Ipiaçu, Leandro de Oliveira (Léo), o município tem uma grande história que vai ser resgatada em sua gestão. A história de Ipiaçu remonta há milhares de anos, quando da existência de grupos indígenas caçadores e coletores que viviam aqui, passando posteriormente a grupos ceramistas que habitavam em aldeias. Esses fatos são comprovados pela grande quantidade de artefatos arqueológicos encontrados no município. A partir do século XIX, várias famílias se instalaram na zona rural do município, que é rico em patrimônio natural, que será pesquisado, também, no inventário.

Este trabalho propiciará o município a receber o ICMS Cultural, que é um repasse de recursos para os municípios que investirem em seus bens culturais.

Vários animais silvestres, também, estão sendo encontrados no município com destaque para as Emas que tem aparecido constantemente e graças à consciência da população têm sido preservadas.


Comments are closed.