A edição deste ano da Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro recebeu 3.635 inscrições de escolas públicas mineiras. Dessas, 1.936 são da rede estadual de ensino.

O número de professores da rede estadual de ensino que se inscreveu na competição também foi expressivo. Foram 4.549 educadores inscritos, sendo que o total de inscrições nas categorias foi de 11.130 (o mesmo professor pode se inscrever em uma ou várias categorias, de acordo com as turmas com que trabalha). Os dados são da coordenação da Olimpíada.

Continua após a publicidade

A competição é dedicada a professores dos anos finais do ensino fundamental e do ensino médio de escolas públicas brasileiras e tem por objetivo colaborar para a melhoria do ensino da leitura e da escrita.

O tema da edição deste ano da competição é “O lugar onde vivo”, que propicia aos alunos estreitar vínculos com a comunidade e aprofundar o conhecimento sobre a realidade, contribuindo para o desenvolvimento de sua cidadania.

O professor inscrito deverá orientar seus alunos a escrever um texto, em língua portuguesa, original e de autoria exclusiva de cada aluno nas categorias: Poema (dedicado aos alunos do 5º e 6º ano do ensino fundamental), Memórias Literárias (alunos do 7º e 8º ano do ensino fundamental), Crônica (estudantes do 9º ano do ensino fundamental e do 1º ano do ensino médio) e Artigo de Opinião (2º e 3º ano do ensino médio).

A Olimpíada de Língua Portuguesa Escrevendo o Futuro é um concurso de produção de textos para alunos de escolas públicas de todo o país, do 5º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio. Iniciativa do Ministério da Educação e da Fundação Itaú Social, com coordenação técnica do Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária (Cenpec), este ano está em sua 5ª edição.


Comments are closed.