14062016-dinair-isaac

Cinco mandatos como vereadora e dois mandatos como prefeita. Além de ser a primeira mulher a governar Capinópolis, Dinair Isaac é também a primeira mulher a presidir a AMVAP – Associação dos Municípios da Microrregião do Vale do Paranaíba.

Esse olhar feminino, muitas vezes criticado, deve ser levado a sério, pois, acima do político e administrador, está o olhar de uma mulher esposa e mãe, que conhece as necessidades de cada cidadão na manutenção de um lar, e das ações para oferecer a qualidade de vida que cada família precisa.

Continua após a publicidade

Com esse olhar, Dinair tem trabalhado ao longo desses últimos anos buscando sempre trazer para o município, bons exemplos de outras cidades, além de mostrar às outras cidades os projetos de sucesso promovidos em Capinópolis. “Não é uma disputa, mas sim um compartilhamento entre os gestores, mostrando que, de fato, temos o espírito associativista”, comenta.

Em termos administrativos, há uma clara ação de economia promovida nos municípios brasileiros, que assistiram, nos últimos anos, a queda de receitas, enquanto as despesas fixas cresceram de forma acelerada, provocando um desequilíbrio nas contas públicas.

Segundo dados apresentados pela Confederação Nacional dos Municípios, mais de 50% das prefeituras brasileiras terão dificuldade em fechar suas contas, e este mesmo percentual já está com problemas para pagar em dia o salário dos servidores. “Desde janeiro de 2008, assumimos o compromisso de valorizar o servidor público e, assim, buscar, através de muita economia e respeito ao dinheiro público, pagar em dia o salário que é de direito e, mesmo em tempos de crise, temos feito isso de forma antecipada, dentro do próprio mês”, disse Dinair, já em seu oitavo ano de mandato.

Para ela, a crise atingiu em cheio as prefeituras e todos os setores da economia, mas o pior de tudo é ver o desemprego crescer, onde várias empresas de médio e grande porte fecharam suas portas na região do Triângulo Mineiro, o que, de fato, é hoje maior preocupação dos administradores públicos.

“Temos uma região com grande potencial industrial e do agronegócio, além da qualidade do setor de comércio e serviços, e vale a pena investir nesta região que tem uma logística de boa qualidade”, concluiu.


Comments are closed.