Casa do irmão do aposentado, onde ele morreu, ontem, depois de trazido a Uberaba por causa de ter sido agredido pelo filho em Igarapava
Casa do irmão do aposentado, onde ele morreu, ontem, depois de trazido a Uberaba por causa de ter sido agredido pelo filho em Igarapava

UBERABA, TRIÂNGULO MINEIRO – O aposentado João Vicente de Oliveira, 65 anos, morreu na madrugada de ontem em uma residência no bairro Jardim Seriema. Familiares acionaram Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e relataram que o aposentado já estava debilitado devido a agressões sofridas pelo filho na cidade de Igarapava (SP). O médico do Samu notou sinais de fratura no crânio do aposentado. A perícia técnica compareceu à residência e, depois dos exames periciais, encaminhou o corpo para necropsia.

De acordo com registro policial, o pedreiro J.M.S., 55 anos, relatou que, na quarta-feira (22), foi até a cidade de Igarapava, onde seu irmão, o aposentado João Vicente de Oliveira, estava com a saúde debilitada, pois há cerca de 15 dias sofreu agressões físicas pelo filho de nome “Tiago”, o qual está recolhido na cadeia daquela cidade. Ele trouxe o irmão a Uberaba para se tratar.

Ontem, quinta-feira (23), por volta de 5h, o aposentado acordou e pediu água e, depois, um pouco de leite. Como o pedreiro não tinha o leite, foi até uma padaria comprar e, ao retornar, às 6h10, chamou o irmão por várias vezes e não obteve resposta. Socorristas do Samu compareceram ao local, o médico constatou óbito e declarou no documento que o aposentado apresentava sinais de fratura, com afundamento de crânio.

Continua após a publicidade

A perícia técnica da Polícia Civil compareceu ao local e, depois dos trabalhos periciais e diante do traumatismo craniano identificado pelo médico do Samu, determinou que corpo fosse encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para exame detalhado de necropsia. A Polícia Civil em Igarapava vai ser oficializada da morte do aposentado para ser juntado ao inquérito já instaurado naquela cidade.

JM


Comments are closed.