Representantes da “Massa falida” falam sobre venda das empresas do Grupo JL

CAPINÓPOLIS, TRIÂNGULO MINEIRO – Representantes da “Massa Falida” do grupo João Lyra estiveram em Capinópolis na manhã desta sexta-feira (01) de Julho e falaram sobre as negociações das empresas do grupo – O encontro ocorreu por volta das 10h.

Henrique Cunha, presidente do Comitê dos credores e João Daniel, administrador da “massa falida”, foram recebidos na Câmara Municipal de Capinópolis e falaram sobre a atual situação da Vale do Paranaíba, instalada em Capinópolis e Triálcool, no Município de Canápolis.

Os pré-candidatos à prefeito de Capinópolis, Jean Carlos e Jorginho, estiveram presente na reunião e ficaram atentos quanto ao andamento das negociações, visto que a reativação da usina sucroalcooleira Vale do Paranaíba, pode proporcionar um novo rumo na economia do município – O pré-candidato à vice-prefeito, Gilvan Gama, também acompanhou o encontro.

Em Janeiro de 2016, os mesmos representantes estiveram na prefeitura Municipal de Capinópolis e o encontro ocorrido na manhã desta sexta-feira (01) não trouxe nenhuma novidade relevante.

O vereador Cleidimar Zanotto foi o mediador do encontro e conduziu as perguntas aos representantes da “Massa Falida” – Que demonstraram confiança e esperança na venda ou arrendamento das usinas, afirmando que não há venda concretizada.

Sobre a situação das unidades sucroalcooleiras, Henrique Cunha disse que a avaliação estrutural da Vale do Paranaíba é alta – “Em uma avaliação de 0 à 10, a usina Vale é nota 9”.

Segundo diálogo de Henrique Cunha, os familiares do empresário João Lyra querem interferir para evitar a venda das empresas do grupo e apresentaram um plano para pagamento dos trabalhadores no prazo de 10 anos – “Eu falei, dez anos?! Acho que nem vivo eu sou”, disse Henrique.

O valor de mercado da usina Vale do Paranaíba foi estimado em R$ 211 Mi e a usina Triálcool teve valor estimado em R$ 227 Mi, mesmo sendo cerca de 20 anos mais velha que a Vale.

Os representantes não falam sobre as propostas de venda das usinas Vale do Paranaíba ou Triálcool, mas segundo informações obtidas pelo Tudo em Dia, um grupo teria apresentado uma proposta em envelope fechado com interesse na Vale do Paranaíba e a documentação estaria sendo analisada.

Mais uma vez a imprensa foi criticada pelos representantes da “Massa falida”, com citações diretas a um jornal de Alagoas.

Dezenas de trabalhadores que atuaram na usina Vale do Paranaíba, alguns representantes de classes e empresários acompanharam o encontro.

tags: vale do paranaíba, massa falida, capinópolis, joão lyra, jean carlos, pré candidato

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Donos de Gol e JBS são alvos de ação da PF que prendeu aliado de Cunha

Capinópolis se despede do herói Afonso Dantas – Um dos últimos “pracinhas” da região