Assaltante morre após bater táxi roubado em Uberaba

Criminoso morreu na hora após o acidente. Classic ficou completamente destruído
Criminoso morreu na hora após o acidente. Classic ficou completamente destruído

UBERABA, TRIÂNGULO MINEIRO – De acordo com o taxista R.P.M., 44 anos, ele foi solicitado para fazer uma corrida no último sábado (09) de Julho, na Casa do Folclore às margens da BR-050 e foi com o veículo Fiat Siena de cor branca, com placas de Uberaba.

Ao chegar no local o taxista apanhou dois “passageiros” que disseram que iriam para o bairro São Benedito. Ele seguiu pela BR-050, e ao acessar a avenida João XXIII os jovens pediram para que R. parasse o táxi para que eles pudessem urinar. O taxista parou o veículo perto da Mata do Carrinho e um dos jovens desceu. Em seguida eles renderam o taxista e anunciaram o assalto. Os acusados ordenaram que R. fosse para o banco do passageiro, mas ele desceu do carro, fugiu correndo a pé pela via e acionou a Polícia Militar (via 190) e também entrou em contato com a central de taxistas.

Vários taxistas e policiais militares iniciaram rastreamentos e os jovens fugiram pela avenida João XXIII e em seguida pela rua João Batista Jacques Gonçalves, no bairro Jardim Induberaba. Ao chegarem no cruzamento com a avenida Tonico dos Santos eles não respeitaram o semáforo, e ao atravessarem direto, colidiram contra o veículo GM Corsa Classic de cor prata, com placas de Uberaba, que era conduzido por J.A.G., 30 anos. Com o impacto, o GM Corsa ficou com a parte lateral destruída e foi arremessado contra a parede de um supermercado, sendo que o motorista ficou ferido preso no interior do veículo. Já o táxi capotou em via pública, atingiu um poste de iluminação pública e um dos bandidos foi arremessado para fora, ficando caído no asfalto, inconsciente.

Viaturas de resgate e salvamento do Corpo de Bombeiros, juntamente com uma ambulância de Unidade de Suporte Avançado (USA) do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) compareceram no local do acidente, e durante atendimentos pré-hospitalares os médicos constataram que o acusado de roubo que estava no táxi teve traumatismo craniano grave e morte instantânea. Já a vítima J., teve contusão no tórax, cortes na face, escoriações generalizadas, além de traumatismo craniano e suspeita de fratura na clavícula. Ele foi socorrido e encaminhado para o pronto socorro do Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM).

Perícia

Investigação. O perito criminal Tomizo Sudo, da perícia técnica da Polícia Civil, e o investigador Márcio Sene, foram no local da colisão, onde foram realizados trabalhos técnicos. Em seguida o corpo do acusado de roubo foi encaminhado para o Instituto Médico Legal (IML). Até o fechamento desta edição, o corpo do jovem suspeito de roubo, que morreu no acidente, não tinha sido identificado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Mulher é presa após furtar feijão de supermercado em Patos de Minas

Suspeito de terrorismo é preso no DF; paquistanês tinha planos de explodir aeroporto