Obra que retirou o acostamento visa melhorar o fluxo de veículos na rodovia (Foto: Douglas Luzz)
Obra que retirou o acostamento visa melhorar o fluxo de veículos na rodovia (Foto: Douglas Luz)

Uma obra, ainda em andamento, de restauração no pavimento entre os km 597 e 605 da BR-365, entre a ponte da represa de Miranda e a comunidade de Olhos D’água, pode aumentar os riscos de atropelamento para romeiros que pretendem ir a pé ao Município de Romaria, a 87 km de Uberlândia.

No trecho, foi criada uma terceira faixa para quem trafega sentido a Uberlândia, o que eliminou os acostamentos da via e obrigou os pedestres a trafegarem junto aos veículos.

___ O texto continua após a publicidade ___

A festa católica em homenagem a Nossa Senhora da Abadia acontece, tradicionalmente, no dia 15 de agosto. O fluxo de romeiros inicia, historicamente, a partir do fim de julho e se estende até a data da celebração.

Nesta segunda-feira (11), o trajeto utilizado pelos romeiros e flagrou diversos pontos em que pedestres não conseguiriam trafegar em segurança, uma vez que toda a via foi destinada para trânsito rápido e não oferece espaços para caminhada. Também há locais em que o mato ao redor da pista impede o trânsito nos arredores da rodovia.

O superintendente do DNIT em Uberlândia, Vinícius Castro, afirmou que não pode dar detalhes sobre como foi pensado o projeto de criação da terceira faixa na rodovia, uma vez que ele foi arquitetado na gestão do antigo superintendente do órgão. “Já estamos estudando a situação para amenizar qualquer possível problema com a falta de acostamentos, mas não posso adiantar posições oficiais”, afirmou.

Ainda conforme informou o superintendente, o objetivo do DNIT ao executar a obra foi dar maior condição de fluidez ao trânsito, historicamente engarrafado. “O que mais se levou em consideração para a execução da obra foi o problema de tráfego que havia ali. Mas a gente sempre tem o cuidado de manter a segurança no local, embora não seja uma via própria para caminhadas”, afirmou.

As obras estão em fase final de demarcação da via. Outros detalhes técnicos das obras foram solicitados à assessoria de comunicação do órgão, mas, até a publicação desta reportagem, não haviam sido respondidos.

PRF espera apoio de outros órgãos durante período de festa

O inspetor da Polícia Rodoviária Federal (PRF) Guido Mayol informou que, para as festas religiosas em Romaria, haverá a necessidade de medidas em conjunto com outros órgãos na conscientização da população sobre a necessidade de trafegar fora da pista. “A PRF atuará como faz todos os anos na Operação Romaria. Mas precisamos do apoio da Prefeitura e DNIT, para orientar e sinalizar, com cones e outros métodos”, afirmou.

Correio de Uberlândia


Comments are closed.