in

Diretora da Vivo é suspeita de superfaturar campanhas publicitárias da empresa, diz rádio

O blog O Antagonista, do jornalista Diogo Mainardi, e a rádio Jovem Pan AM, revelaram um escândalo milionário envolvendo a empresa de telefonia Vivo e o grupo que comanda o Portal UOL, um dos maiores a América Latina.

Segundo o blog, “Em 13 de junho foi demitida da Vivo a diretora de marketing Cris Duclos. Agora começa a ficar claro que o motivo foi um rombo de R$ 27 milhões. A diretora usava 3 das agências de publicidade que atendiam a Vivo (hoje são DPZ, Africa, DM9DDB e Young & Rubicam) para superfaturar produções de filmes publicitários e repassar propina de volta para ela. Mais: ela fez uma acordo com a agência Africa (de Nizan Guanaes) para contratar seu marido, Ricardo Chester, que também recebia propina na forma de um salário milionário, muito acima da média da equipe”.

Ainda segundo o blog,  o jornalista Fernando Rodrigues (UOL/Folha) twittou esta notícia. E no fim do dia, excluiu os tweets. A especulação é de que a Folha e o UOL cederam à pressão tanto da Vivo quanto de Nizan Guanaes (que está no centro do escândalo) e censuraram o jornalista.

E segue: o jornal Valor iria publicar hoje (23) uma noticia longa sobre isso, mas Nizan abafou a notícia. Mais ainda: são investigadas notícias de que a agência usava o dinheiro superfaturado para pagar o aluguel de uma mansão para Cris Duclos no condomínio Quinta da Baronesa, em Itu.

A Rádio Jovem Pan Am, de São Paulo, deu destaque ao caso nesta segunda-feira (25) de Julho durante o matinal “Jornal da Manhã”.

Se confirmado, esse será apenas mais um dos milhares de escândalos que surgem no Brasil todos os dias.

Back to Top

Log In

Forgot password?

Forgot password?

Enter your account data and we will send you a link to reset your password.

Your password reset link appears to be invalid or expired.

Log in

Privacy Policy

Add to Collection

No Collections

Here you'll find all collections you've created before.

Receba notícias em tempo real    OK Não, obrigado.