Renas foram encontradas mortas por um guarda-florestal no parque Hardangervidda
Renas foram encontradas mortas por um guarda-florestal no parque Hardangervidda

Mais de 300 renas morreram após serem atingidas por um raio em um parque nacional da Noruega na última sexta (29). Trata-se do maior acidente desse gênero já registrado no país.

As 323 renas foram encontradas mortas por um guarda-florestal em Hardangervidda, um parque nacional onde 10 mil renas vivem em liberdade. De acordo com especialistas, existem cerca de 25 mil renas selvagens nas tundras da região montanhosa do sul da Noruega.

“Aconteceu uma tempestade muito forte na sexta na região. Os animais se reúnem quando o tempo fica ruim e estes foram atingidos por um raio”, afirmou Kjartan Knutsen, funcionário da Direção Norueguesa de Meio Ambiente. “É algo incomum. Nunca antes havíamos visto algo similar em uma escala tão grande”, disse.

Continua após a publicidade

Imagens exibidas na televisão mostram os animais mortos, concentrados em um espaço limitado. Dos 323 animais, 5 tiveram de ser eutanasiados, por causa dos ferimentos sofridos. As autoridades norueguesas ainda não sabem o que fazer com as renas mortas.


Comments are closed.