PF prende suspeito de matar e ocultar corpo de mineiras em Portugal

05092016-mineiras-mortas em portugal
Brasileiras foram encontradas mortas em Portugal

A Polícia Federal (PF) prendeu, na manhã desta segunda-feira (5), o brasileiro suspeito de ter praticado triplo homicídio qualificado e ocultação de cadáver contra três brasileiras que estavam em Portugal e que haviam sido dadas como desaparecidas desde maio deste ano.

Em 26/8, a PF recebeu comunicado oficial da polícia portuguesa de que os corpos das jovens Michele Santana Ferreira, Lidiana Neves Santana e Thayane Milla Mendes Dias foram encontrados no local de trabalho/residência do suspeito em Portugal.

Foram cumpridos um mandado de prisão temporária, um mandado de busca e apreensão na residência do preso e um mandado de condução coercitiva, todos expedidos pela Justiça Federal de Belo Horizonte.

O preso será encaminhado para a Penitenciária Nelson Hungria, onde permanecerá à disposição da Justiça. O homem poderá ser condenado a até 99 anos de prisão.

Relembre o caso

Três brasileiras que estavam desaparecidas desde janeiro foram encontradas mortas, dia 26 de agosto, dentro de um poço perto de um aeroporto em Tires, em Cascais, Portugal. As vítimas são as irmãs Michele Santana Ferreira, de 28 anos, que estava grávida, e Lidiana Neves Santana, 16, as duas de Campanário, Minas Gerais e a namorada de uma delas, a capixaba Thayane Milla Mendes, de 21.

Michele vivia e trabalhava em Portugal há dois anos. A mais nova estava há dois meses morando com a irmã e a namorada dela, Thayane Milla Mendes Dias, de 21 anos, foi para o país, onde trabalharia e moraria com as mineiras.

A mãe das mineiras diz que suspeita do namorado de Michele, já que corpos foram encontrados em um pet shop em que ele trabalhava.

O tempo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Candidatos à prefeito em Capinópolis já realizaram o primeiro comício

Mulher é achada morta com sinais de violência em Uberlândia