Homem é suspeito de espancar a esposa até a morte em Uberlândia

UBERLÂNDIA, TRIÂNGULO MINEIRO – Um homem de 32 anos foi preso neste domingo (25) suspeito de matar a esposa espancada no Bairro Tibery, em Uberlândia. Conforme o Boletim de Ocorrência, os militares receberam denúncia por telefone de que o suspeito teria batido na mulher até que ela morresse e que as agressões eram frequentes. A idade da vítima não foi informada.

Quando os militares chegaram à casa localizada na Avenida Portugal, o homem estava do lado de fora. Durante as buscas na residência, a vítima foi encontrada sem os sinais vitais e deitada em uma cama. O homem confessou aos policiais que havia discutido com a mulher e “dado uns tapas” nela.

Uma amiga do casal relatou que as surras na mulher eram constantes e que era comum ela aparecer com hematomas pelo corpo. A perícia foi acionada e constatou vários traumas na cabeça da mulher, sendo o corpo removido em seguida para o Instituto Médico Legal (IML). Diante aos fatos, o homem foi preso em flagrante e levado à Delegacia de Polícia Civil.

O casal tem uma filha de apenas um ano e meio e que estava com uma vizinha no momento da chegada da polícia. Uma conselheira tutelar foi acionada para acompanhar o bebê que, a princípio, foi deixado com uma tia.

Homem havia sido preso por estupro
De acordo com a Polícia Civil, o homem foi conduzido nesta madrugada para o presídio Professor Jacy de Assis e preso sob a qualificação de feminicídio. Ele já tinha várias passagens incluindo três por tráfico de drogas e uma por estupro de vulnerável. Não havia nenhum registro de violência doméstica envolvendo o casal.

Duas testemunhas chegaram a prestar depoimento à delegada de plantão e relataram que um vizinho ouviu a mulher agonizando de dor e o bebê chorando muito. Quando ele entrou na casa, se deparou com o homem mantendo relação sexual com a vítima ensanguentada e sendo socada no rosto durante o ato, em frente à criança.

Outras pessoas serão ouvidas e o inquérito remetido para a Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher. A previsão é que o caso seja concluído em até dez dias.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Idoso é preso com 284 kg de maconha em caminhonete em Frutal

Ex-ministro Palocci é preso na 35ª da fase da Operação Lava Jato